arrow_drop_down
search
Foto: Fernando Moreno/AGIF

Futebol Atlético Mineiro

Galo precisa desembolsar R$ 1 milhão para escalar Tchê Tchê contra o São Paulo; desfalques preocupam Cuca

Se não pagar o preço estipulado, o volante será mais um desfalque na equipe de Cuca que deve perder jogadores para a Copa América

Bolavip

Foto: Fernando Moreno/AGIF

Foto: Fernando Moreno/AGIF

No próximo domingo (13), o Galo Doido tem pela frente o São Paulo. O jogo acontece no Mineirão, pela terceira rodada do Brasileirão. A partida carrega um componente extra, que envolve as duas equipes. Tchê Tchê está emprestado ao Atlético justamente pelo clube paulista, e para que Cuca possa escalar o volante, o Alvinegro precisa arcar com uma multa contratual.

O jogador chegou na Cidade do Galo como indicação de Cuca. Teve um princípio no time que resultou em muitas críticas, mas se encaixou aos poucos para se tornar um dos elementos fundamentais nas escalações do treinador.

O Galo enfrenta o Remo, em casa, na quinta-feira (10), na segunda partida da terceira fase da Copa do Brasil. O jogo decisivo será antes do duelo contra o São Paulo e Tchê Tchê deve ser titular. Mas a preocupação no Atlético engloba as partidas futuras, pois jogadores deverão ser chamados para suas respectivas seleções na disputa da Copa América.

São os casos de de Junior Alonso ( já chamado pela seleção paraguaia) e os casos de Alan Franco (Equador), Eduardo Vargas (Chile) e Savarino (Venezuela) que têm como certas suas convocações para o torneio.

Tchê Tchê tem parte dos direitos econômicos pré-fixados em 3,5 milhões de euros no contrato de empréstimo com o Atlético. A tendência é que o Galo não escale o jogador contra o São Paulo e o volante será mais um desfalque, para sua vaga, Cuca deverá optar entre Allan ou Jair. Segundo o portal Goal, o valor da multa acordado para que o jogador enfrente o time paulista é de R$ 1 milhão

Há poucos anos, a CBF impôs regra que impedia a pactuação do chamado "acordo de cavalheiros" nos contratos de empréstimos, com o jogador podendo enfrentar o ex-clube. Tal veto foi derrubado em 2017.  

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.