O Internacional está no mercado atrás de reforços para o elenco de Mano Menezes. Até o momento, o Colorado trouxe dois jogadores: o goleiro John, emprestado pelo Santos até o final do ano  e o lateral-direito Mário Fernandes, que assinou até o fim de 2023. Essas não serão as únicas novidades do Colorado para a temporada. Um centroavante para substituir Brian Romero e um promedio volante estão na mira do presidente Alessandro Barcellos.

 

O primeiro setor que deverá ser reforçado é justamente o meio de campo. Isso porque o volante Baralhas, que pertence ao Atlético Goianiense deverá ser anunciado como reforço a qualquer momento. O presidente do Dragão confirmou que as tratativas estão avançadas e que a vontade do jogador em atuar no Beira-Rio foi decisiva para que as negociações avançassem nas últimas horas. “Está fechado. Nós chegamos a um acordo que foi bom para todos e a vontade do jogador pesou”, disse o mandatário goiano ao portal Revista Colorada. Vale ressaltar que o Internacional deve comprar 60% dos direitos de Baralhas. 
 

 

 

O Inter, segundo o Portal Goal.com, o Colorado optou pelo atleta brasileiro invés de Cuellar porque o colombiano recebe cerca de R$ 20 milhões por ano no Al-Hilal. Outro jogador que se distanciou do Colorado pelo mesmo motivo foi o chileno Aránguiz. O medalhão é o sonho da torcida colorada, mas o futuro do jogador não será no Beira-Rio. Para piorar, o empresário do atleta está oferecendo o jogador para muitas equipes do Brasil.
 

 

 

Nos últimos dias, o agente do jogador procurou o Palmeiras para oferecer o atleta. Na visão dos empresários, o chileno poderia ser a reposição ideal para Danilo, que deixou o time paulista para atuar no Nottingham Forest, da Inglaterra. No entanto, Leila Pereira e Anderson Barros recusaram o medalhão que encontra-se nesse momento sem espaço no Bayer Leverkusen, da Alemanha. A justificativa palmeirense é que o Clube quer um jogador jovem e pronto para ser titular. A informação é da equipe de reportagem do Uol Esporte.
 

 

Além do Palmeiras, o nome do jogador já esteve ligado a outras equipes do futebol nacional como Flamengo, Corinthians, por exemplo. No entanto, a tendência é que o atleta não volte ao Brasil nessa primeira janela de transferências.