O Internacional passou por cima do Fluminense na noite deste domingo (14), no Beira-Rio, e quebrou a invencibilidade da equipe carioca. Com gols de Bustos, Alemão e Carlos De Pena, o Colorado aplicou 3 a 0 no Tricolor das Laranjeiras, que era dono da maior invencibilidade da Série A nacional: 10 jogos sem perder.

Mais que quebrar a invencibilidade do adversário, a vitória teve um significado importante para o Inter. O Clube vinha de eliminação na Copa Sul-Americana para o modesto Melgar, do Peru, perdendo três pênaltis na disputa da marca da cal, por uma vaga nas semifinais do torneio.

"O torcedor tem direito a cobrar quando o time não se classifica em casa, como foi na quinta. Mas tínhamos duas opções: levantar a cabeça ou ficar cabisbaixo. Escolhemos levantar a cabeça. Doeu muito a eliminação, foi um golpe duro. Mas tínhamos essas duas opções e fizemos a opção certa", disse Carlos De Pena em entrevista pós-jogo. 

O meia uruguaio prosseguiu, analisando a atuação colorada neste domingo (14), no triunfo contra o Flu. “Fizemos um grande jogo contra um adversário muito duro, que tem um bom time, um bom treinador. Hoje (domingo), conseguimos dar essa alegria que não conseguimos dar na quinta-feira. O Internacional de De Pena é o atual quinto colocado do Brasileiro,   e está apenas um ponto atrás do G-4.