A diretoria do Internacional já iniciou nos bastidores o planejamento visando a próxima temporada. A tendência, no momento, é que o clube tenha uma série de saídas e alguns nomes já aparecem cotados para deixar o Beira-Rio. Outros, no entanto, podem permanecer, mas dependem de negociações para ampliar os vínculos. 

Um dos nomes que pode deixar o Colorado ao término da temporada 2021 é Gabriel Boschilia. Desde que retornou de lesão, o meio-campista, de 25 anos, não vem recebendo sequência com o técnico uruguaio Diego Aguirre. De acordo com informação da reportagem do site "UOL Esporte", a tendência é que o camisa 21 não permaneça no clube.

O meia vem sedo alvo de sondagens e, no início do mês de setembro, a diretoria chegou a recusar uma oferta do Yeni Malatyaspor, da Turquia. Conforme a publicação, as poucas chances recebidas impedem Boschilia de retomar o melhor nível. Diante do vínculo até o fim de 2022 e da possibilidade de assinatura de um pré-contrato na metade do ano que vem, uma negociação na próxima janela de transferências seria o mais viável

Além de Boschilia, outros 5 jogadores integram a "barca" de possíveis saídas do Inter, segundo o portal: Marcelo Lomba, Rodrigo Lindoso, Renzo Saravia, Lucas Ribeiro e Paolo Guerrero. O jogador com mais chances de permanecer é o atacante peruano, que terá que baixar seu salário para continuar no clube.

O lateral-direito, titular com Aguirre, pertence ao Porto e o Inter precisa pagar  8 milhões de euros (cerca de R$ 49,5 milhões) pela opção de compra. O Colorado também terá que abrir os cofres para manter Moisés. No entanto, o clube já comprou uma parte dos direitos quando do empréstimo junto ao Bahia e pode permanecer. O futuro do camisa 20 está sob avaliação da comissão técnica.