O Manchester United (ING) venceu o Tottenham (ING), por 2 a 0, no Old Trafford, mas as atenções foram voltadas para fora do campo. O astro Cristiano Ronaldo não saiu do banco de reservas e abandonou o campo antes do final do jogo, indo direto para os vestiários com cara de 'poucos amigos'. 

Apesar da boa atuação da equipe, a entrevista de Eric ten Hag foi praticamente voltada a atitude de Cristiano Ronaldo. Irritado, o holandês foi sincero e mandou a real sobre a ação de CR7, que vem em má relação com o treinador desde o começo da temporada. Tanto que sua permanência no United sempre foi colocada em xeque.

Ten Hag já havia demonstrado o seu descontentamento após a partida: "Eu não vou dar atenção a isso hoje. Vou lidar com isso amanhã (quinta-feira). Meu foco agora é nos jogadores que estiveram em campo e entregaram uma atuação magnífica", disparou Eric ten Hag, em conversa com o Prime Video.

Agora, a situação ganhou um novo capítulo. Na tarde desta quinta-feira, o Manchester United se posiciou oficialmente e determinou o afastamento de Cristiano Ronaldo da equipe pelo menos para o duelo contra o Chelsea, que será disputado neste sábado (22), às 13h, no Stamford Bridge. 

"Cristiano Ronaldo não fará parte do elenco do Manchester United para o jogo deste sábado da Premier League contra o Chelsea. O resto do elenco está totalmente focado na preparação para esse jogo", disse o Clube em nota oficial. Para se ter uma ideia, Cristiano Ronaldo entrou em campo somente 12 vezes na temporada, sendo seis como titular. Em 12 partidas, foram somente dois gols marcados e uma assistência.