O Palmeiras iniciou o ano com bastante desconfiança, principalmente após perder algumas finais consecutivas e tropeçar em momentos decisivos. Por outro lado, no Campeonato Brasileiro, a equipe venceu o Bahia e subiu para a 3ª colocação, com 13 pontos em 7 jogos, contando com o brilho de um meio-campista, quevem crescendo com Abel Ferreira em 2021.




Segundo dados do Footstats, Gustavo Scarpa chegou a 14 assistências e cinco gols na atual temporada, em apenas 30 jogos disputados.
Além disso, coleciona também o índice de uma participação a cada 91 minutos em campo, sendo responsável por armar ou finalizar 45% dos gols do Palmeiras enquanto está em campo, sendo o maior garçom entre todos os jogadores da Série A no ano.




Da forma que mais gosta e seguindo o padrão utilizado por Felipão e Mano Menezes, o meio-campista está atuando centralizado, em sua posição de origem
. Com isso, joga de frente e perto do gol adversário, explorando o bom chute de longa distancia e excelente visão de jogo.

 


Improvisado várias vezes pelas laterais do campo, inclusive como lateral, o meia agradeceu a opção do técnico de utilizá-lo na sua posição de origem em 2021 e revelou que estava insatisfeito por jogar improvisado regularmente, em entrevista à Band.

 


"Quando você joga fora da sua posição isso acaba te complicando, te deixando vulnerável. Agradeço demais ao Abel por ter me colocado na minha posição ideal neste ano. Chega uma hora que enche o saco [ser escolhido fora de posição]. Quando o time vai mal, normalmente sobra para quem está fora da posição. Por exemplo, o ‘Scarpa está na ponta direita, não tem velocidade’. Mas não dá pra me comparar com o Dudu, o Wesley, o Rony. São características completamente diferentes", disse o jogador.