Tite x Felipão

Flamengo e Atlético-MG se enfrentam nesta quarta-feira (29), no Maracanã, em disputa direta pelo título do Brasileirão. Entretanto, a rivalidade histórica entre os clubes desde os anos 80, não é mais antiga que a história entre Tite e Felipão. A reportagem do Uol deu detalhes disso.

Foto: Mauro Horita/AGIF – Tite e Felipão se enfrentam
© AGIFFoto: Mauro Horita/AGIF – Tite e Felipão se enfrentam
Vídeo: Bolavip Brasil/YouTube – Brasileirão tem disputa nas extremidades da tabela

“No calor do jogo, muita coisa acaba sendo mal interpretada. Aqueles episódios romperam a relação. Os dois ganham no futebol, são técnicos vencedores, ambos são pessoas de bem, de família, isso a gente reconhece. Mas cada um quer ganhar de uma forma”, conta o irmão de Tite.

Em entrevista exclusiva, o irmão de Tite, Miro Bacchi, revelou que os treinadores não se falam há 13 anos, após terem uma relação fraternal. Porém, com uma derrota do Palmeiras de Felipão em 2010, o título Brasileiro que poderia para o Corinthians acabou indo ao Fluminense.

“O meu irmão não quer usar artimanha, quer ganhar sendo o melhor. O Felipão é raposão, é a malandragem do futebol”, argumentou Miro Bacchi em entrevista exclusiva para o Uol. Técnicos gaúchos voltam a se enfrentar, agora no Rio de Janeiro.

Tite reclamou que Felipão “falava muito”

“Cada um tem um diagnóstico para o rompimento. O meu irmão acha que na hora em que ele poderia ajudar ganhando do Fluminense, não ajudou. Eles tinham uma relação muito forte e ele esperava outra postura. Essa é a visão do meu irmão”, disse Miro Bacchi.

“O Felipe, claro, acha que isso não aconteceu e pensa que meu irmão foi ingrato. Assim que a relação se rompeu. Eu não sei se vão reatar, mas tenho certeza que lá no íntimo ambos gostariam. O Felipão é muito orgulhoso, meu irmão também é”, argumentou o irmão de Tite.

Você acha que o Atlético-MG pode mesmo ser campeão Brasileiro?

Você acha que o Atlético-MG pode mesmo ser campeão Brasileiro?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

“O Tite é um cara que diz: ‘eu perdoo, mas não esqueço’. São pessoas do bem, mas não sei se vão reatar por isso. No fundo, sei que gostariam. Eu gostaria também. Confesso que não gosto do Felipe, dessa coisa da malandragem, mas eu gostaria que reatassem”, finalizou Miro.

Torcida do Atlético-MG trata jogo com