Depois de começar muito bem a temporada, chegando na final do Campeonato Carioca, surpreendendo na Libertadores, onde o time parou nas quartas de final da Copa do Brasil e da Copa Libertadores, agora o Fluminense tem só o Brasileiro para disputar e o técnico Marcão já avisou que o time fará de tudo para terminar pelo menos mais uma vez entre os classificados para a próxima edição do torneio sul-americano.

 

Enquanto o elenco se prepara para o duelo da próxima segunda-feira (20) contra o Cuiabá, na Arena Pantanal, o presidente Mario Bittencourt segue tentando batalhar para conseguir segurar o meia-atacante Miguel pra que o clube possa vender o jogador e gerar um dinheiro para os cofres do clube.

 

 

Em litigio com o Fluminense, tendo conseguido a rescisão contratual em agosto, Miguel, que já esteve na mira do Santos e do Internacional agora vê o RB Bragantino demonstrar interesse em seu futebol para a sequência da temporada. A informação é do jornalista Bruno Andrade. Os clubes têm até o dia 24 desse mês para registrar  jogadores para disputar o Brasileirão. 

 

Miguel tinha contrato com o Fluminense até 2022, mas como o time carioca não recolheu o FGTS do jogador, o meia conseguiu se desligar do Fluminense, que ainda sonha em derrubar essa liminar e ter o jovem de volta a equipe do técnico Marcão. 

 

Ainda segundo a reportagem, o Fluminense afirma que "os pagamentos dos salários, recolhimentos fundiários e previdenciários do atleta estão rigorosamente em dia" e por isso entende que em breve terá o jogador à disposição.  Miguel tem apenas um jogo como profissional pelo clube carioca. O atleta atuou em março desse ano no Campeonato Estadual contra o Rezende. O jogador foi elogiado na ocasião por Róger Machado, mas não balançou as redes.