Após a chegada de Paulo Sousa e o início da pré-temporada, o Flamengo está no mercado da bola em busca de definir algumas chegadas e outras saídas. Se o clube procura no mercado um atacante que atue pelo lado de campo, um volante e um zagueiro, Marcos Braz e Rodolfo Landim definem se irão ou não aceitar uma proposta pelo atacante Michael, que no último final de semana recebeu uma oferta do Al-Hilal, onde os valores giram em torno dos 50 milhões de reais. 

A proposta feita pelo jogador agradou a todos no Rubro-Negro, no entanto, o atacante é querido pelo grupo e ainda precisa ser testado pelo novo treinador português. Outro ponto que deve fazer as tratativas se arrastar é o presidente Rodolfo Landim. Na tarde desta segunda-feira (17), o mandatário passou por exames e acabou sendo diagnosticado com Covid-19. 

 

 

Essa é a segunda vez que o presidente flamenguista testa positivo para Covid-19. O mandatário já está afastado e a partir de hoje ficará sob supervisão do departamento médico do clube. A tendência é que Landim volte a trabalhar já na próxima semana. 

 

 


Embora haja uma grande explosão da Omicrom no Rio de Janeiro, o Flamengo não tem convivido com surtos em seu elenco. Além de Landim, apenas Matheuzinho foi diagnosticado com Covid na semana passada, quando o elenco se apresentou para a pré-temporada no Ninho do Urubu. Já recuperado, o lateral-direito voltou a treinar com os companheiros nessa segunda-feira (17).