A incrível vitória de Rafael Nadal em cinco sets nas quartas de final de Wimbledon pode ter custado a continuação do espanhol no torneio. Durante a partida, o tenista de Mallorca sofreu com dores abdominais, que o obrigaram a fazer ajustes no saque, diminuindo a velocidade dos serviços a partir do segundo set. Preocupado, ele admitiu realizar exames para analisar se irá entrar em quadra na semifinal contra o australiano Nick Kyrgios na sexta-feira (8)

Nadal sofreu com dores abdominais nas quartas de final
© Créditos: Getty ImagesNadal sofreu com dores abdominais nas quartas de final

"Amanhã vou fazer mais exames, mas é difícil saber. Não sou o típico jogador. Estou habituado a aguentar a dor e a jogar com problemas. Quando sinto algo como o que senti, é porque algo não está no bom caminho nos abdominais. Não sei se é algo novo, tenho esta sensação desde há uns dias. Foi um importante aumento de dor e limitação. Acabei a ganhar o encontro, veremos o que vai acontecer amanhã. Estou preocupado, obviamente, porque sei a dor que passei em quadra", começou o espanhol em sua entrevista coletiva após o jogo. 

Nadal pediu atendimento médico durante o jogo contra Fritz. Créditos: Getty Images

Nadal pediu atendimento médico durante o jogo contra Fritz. Créditos: Getty Images

Assistindo Nadal sofrer novamente com uma lesão, Sebastián Nadal e María Isabel Nadal, pai e irmã do tenista, fizeram gestos pedindo para ele abandonar o confronto contra Fritz. "Eles me disseram para abandonar o jogo, sim. Já me retirei algumas vezes na minha carreira, mas é algo que eu odeio fazer. Então eu continuei tentando. Eu queria terminar. [...] No final já não importava se com uma vitória ou com derrota, mas é lógico que eu prefiro vencer. Eu lutei", disse Rafa. 

Ao ser questionado sobre a sua presença na semifinal, o espanhol demonstrou ainda não ter essa resposta no momento. "Sinceramente não sei. Não posso dar uma resposta clara porque não sei o que vai acontecer. Se tivesse tomado uma decisão, não estaria aqui nem montaria nenhum espetáculo. Se estou aqui é porque sou honesto e não tomei decisão nenhuma. Tenho de ouvir diferentes opiniões e ver tudo corretamente. Isto é algo mais importante do que ganhar Wimbledon, a saúde. Veremos como vai ser tudo", afirmou.