O mercado da bola está movimentado nas últimas semanas com a proximidade da abertura da janela de transferência, no próximo mês. Com a chegada de Yuri Alberto no Corinthians, onde especula-se que o salário do jogador seria de cerca de R$ 1 milhão mensais. Esse alto valor por mês gerou bastante reclamação por parte do jornalista Mauro Cezar Pereira, durante o programa ‘Posse de Bola’, do portal ‘UOL Esportes’ nesta sexta-feira (24).

Mauro destaca que o Corinthians faz uma péssima gestão financeira, deixando para as próximas diretorias a resolução dos problemas. “Absurdo não ter fair play financeiro. Corinthians foi campeão em 2015 sem pagar salário em dia, isso é doping financeiro e isso está se repetindo, até porque o grupo político é o mesmo. Mantém a linha de trabalho, amanhã a gente resolve. Como no Brasil não temos controle, otário, entre aspas, é quem faz tudo direito, paga as contas”.

O comunicador ainda usou como exemplo o Santos, que recentemente sofreu uma goleada pelo Corinthians, para comparar as gestões. “O Santos, mesmo com suas contradições, não faz isso, tem o time que pode ter, mas toma de 4 x 0. Só que não faz maluquice, não contrata um jogador da Rússia, porque não tem condição de pagar”.

“Corinthians tem condição de ter esse time? Óbvio que não, evidente que não. Aliás essa semana muito se falou do acordo com a Caixa. Mas é um rolo sem fim e tem que pagar. O balanço não inclui o estádio, se juntar tudo, é uma dívida colossal, contraída por esse mesmo grupo que segue no poder. Vou repetir o que falei antes, o Corinthians é gerido como se não houvesse amanhã”, finalizou Mauro.