Retrospecto recente da Seleção Brasileira

A Seleção Brasileira Feminina conheceu o seu caminho, descobrindo a chave em que ficou na fase de grupos dos Jogos Olímpicos, e já começa a se preparar para a disputa da competição no futebol feminino.

Seleção Brasileira conquistou a medalha em 2016. Laurence Griffiths/Getty Images.
Seleção Brasileira conquistou a medalha em 2016. Laurence Griffiths/Getty Images.

Enquanto isso, no futebol masculino, o Brasil não estará presente. Os jogadores não conseguiram garantir a vaga no torneio, terminando o Pré-Olímpico da Conmebol, que contou com jovens renomados, na terceira posição.

Ao todo, a Seleção Brasileira Masculina ficou de fora do torneio de futebol em cinco ocasiões. Enquanto isso, nas sete edições com a modalidade feminina, o Brasil brigou pela medalha.

Abaixo, relembra todas as edições em que a seleção feminina disputou, assim como as edições em que o Brasil, que já conquistou sete medalhas, ficou de fora dos Jogos Olímpicos.

Futebol masculino: as quatro edições fora

Ao todo, a Seleção Brasileira ficou de fora da competição na modalidade de futebol feminino em quatro edições. Foram elas: Melbourne (1956), Moscou (1980), Barcelona (1992) e Atenas (2004).

Melbourne (1956)

Entre 1900 e 1956, todas as nações podiam participar. Porém, os brasileiros só competiram em 1952, durante os Jogos Olímpicos de Helsinque, na Finlândia. Em 1956, a CBD não teve interesse em colocar a Seleção Brasileira na competição.

Moscou (1980)

A Seleção Brasileira, sob o comando de Jaime Valente, contava com gandes nomes, como Mauro Galvão, do Inter, e Anselmo, do Flamengo. No entanto, terminou o Pré-Olímpico em quinto lugar. Foi derrotado pelo Peru (3 a 0) e Colômbia (5 a 1).

Barcelona (1992)

A partir dessa edição ficou determinado a disputa apenas por jogadores sub-23. O Pré-Olímpico aconteceu no Paraguai. O Brasil, do técnico Ernesto Paulo, contava com Cafu e Roberto Carlos no elenco.

Apesar de vitórias contra o Peru e Paraguai, foi derrotado para a Colômbia. Precisando de uma vitória contra a Venezuela, a seleção brasileira acabou sendo eliminada pelo empate em 1 a 1.

Atenas (2004)

Mais uma seleção com grandes nomes, como Robinho e Nilmar. Comandados por Ricardo Gomes, os brasileiros avançaram para o quadrangular final. No entanto, foram derrotados pela Argentina (1 a 0) e Paraguai (1 a 0). A única vitória foi diante o Chile, por 3 a 1.

Paris (2024)

A Seleção começou bem na primeira fase do Pré-Olímpico. Após três vitórias e uma derrota para a Venezuela, algo lamentado por Endrick, a equipe de Ramon Menezes foi para o quadrangular final. Foram duas derrotas (Paraguai e Argentina) e um triunfo diante dos venezuelanos. O Brasil ficou em 3º, sem a vaga.

Futebol feminino

A Seleção Brasileira nunca ficou de fora do torneio de futebol feminino. Pelo contrário, nas sete edições que houve a modalidade, o Brasil sempre brigou pela medalha.

Nos Jogos Olímpicos de 1996, primeira edição em que participou, a Seleção Brasileira Feminina ficou no 4º lugar. Na edição seguinte, em 2000, novamente perdeu na disputa do 3º lugar.

A primeira final foi disputada em 2004, quando o Brasil foi superado pelos Estados Unidos. Em Pequim/2008, mais uma final com as norte-americanas, que venceram. Em 2012, a Seleção teve uma das piores campanhas, sendo eliminadas nas quartas de final pelo Japão, adversário da fase de grupos em 2024.

No Rio 2015, a Seleção Brasileira chegou novamente na disputa do 3º lugar, mas foram superadas pelo Canadá. Por fim, em 2020, o Brasil foi superado pelas canadenses nas quartas de final.

O que diz a web