Mais uma novidade podendo chegar:

Santos acabou conseguindo uma classificação antecipada no Campeonato Paulista, bem no ano em que passou por uma reformulação. Dessa forma, muitos não estão bastante ansiosos, até porque o time vem evoluindo.

Santos quer mais uma opção no setor em que joga Giuliano – Foto: Reinaldo Campos/AGIF.
© Reinaldo Campos/AGIFSantos quer mais uma opção no setor em que joga Giuliano – Foto: Reinaldo Campos/AGIF.

Desde a chegada de Fábio Carilleuma mudança drástica na postura trouxe esperanças, até porque as vitórias em sequência colocaram a equipe como uma das que vão brigar até o fim pelo título da competição.

Mesmo com tudo dando certo, a diretoria quer seguir com o planejamento, prevendo mais novidades antes mesmo do fim da janela de transferências, no próximo dia 7. Um nome, por exemplo, acabou ‘vazando’.

De acordo com o portal UOL Esporte, o Peixe sondou o Mirassol e abriu conversas por Danielzinho, de 29 anos, pois vê necessidade de reforçar a posição que conta apenas com Cazares e Giuliano.

Negócio está encaminhado atualmente:

Ainda segundo a fonte, não foi feita nenhuma proposta oficial até aqui, mas as conversas são quentes e estão avançando. No ano passado, o atleta marcou três gols e deu três assistências em 43 jogos.

Por contar com o retorno de Giuliano para a reta final do Paulista, a diretoria santista entende que não existe uma pressa absurda nessa contratação, mas conta com Carille, que deve ter participação na definição.

Se não bastasse isso, os dirigentes ainda buscam a contratação de um ponta-direita, levando bastante em consideração o fato de Pedrinho ainda não ter mostrado a que veio, tendo apenas Otero como ‘surpresa’.

Vale lembrar que mesmo com Morelos e Willian Bigode sendo avaliados e agradando até aqui, existe a chance de mais um camisa 9 chegar, pois Furch é considerado um jogador para o segundo tempo.

Reclamações feitas pós-derrota:

Sobre a derrota diante do Red Bull Bragantino, Carille explicou em detalhes sua análise, comprovando que não gostou nada do que o time apresentou dentro de campo, deixando claro que é necessária uma evolução.

O time inteiro, de forma geral, foi abaixo. Como já disse, tomamos decisões erradas, tentamos o mais difícil e não rodamos a bola. Foi geral, não apenas os dois pontas”, iniciou o comandante, completando:

Time muito desconcentrado, tomando decisões erradas. Tentamos mexer, mudar para que não tivéssemos um jogo tão moroso, tão lento. Melhoramos um pouquinho, mas poderia ter sido muito mais”, finalizou.

Na sequência do estadual, o Santos enfrenta a Inter de Limeira, na Vila Belmiro, pela 12ª e última rodada da fase de grupos. O confronto será disputado no domingo, a partir das 16h (de Brasília).

Torcida se manifestou: