A postura do Santos na janela de transferências, que ficará aberta entre os dias 18 de julho e 15 de agosto, será diferente. Se antes o Clube estava disposto a ouvir as indicações do técnico Fabián Bustos, agora vai dar mais atenção ao seu próprio departamento de scout e análise. 

Dos nove reforços anunciados pelo Peixe em 2022, dois foram indicados pelo comandante santista. São eles: Jhojan Julio e Bryan Angulo. Entretanto, ambos estão longe de ser unanimidade na Vila Belmiro e tampouco agradam a grande maioria da torcida alvinegra. Desta forma, a cautela no mercado da bola será maior. 

O setorista Lucas Musetti, do UOL Esporte, expôs quais devem ser as três contratações do Alvinegro Praiano em julho: “Lateral-direito, meio-campista e atacante de velocidade”, informou o comunicador, que acrescentou a informação com a estratégia que o diretor de futebol Edu Dracena deve adotar para avançar nos negócios. 

“O Santos vai ao mercado por reforços, mas deve fazer pelo menos uma grande venda na janela. A prioridade é lucrar com atletas sem status de titular absoluto, como são os casos de Kaiky, Felipe Jonatan e Lucas Braga. As principais sondagens, porém, são para Meninos da Vila:  ngelo e Marcos Leonardo”, destacou a publicação. 

Praticamente escanteado da Copa do Brasil após o 4 a 0 sofrido diante do Corinthians, na Neo Química Arena, o time da Baixada Santista está em 8º lugar no Campeonato Brasileiro Série A e se mantém vivo na Copa Sul-Americana, onde encara o Deportivo Táchira nas oitavas de final. O próximo jogo da equipe é novamente frente ao Timão, no sábado (25), às 19h (horário de Brasília), fora de casa, pela 14ª rodada do BR22.