Do sucesso no poker para a cadeia

É incrível como o mundo pode dar tantas voltas. Há um ano, Jordan Saccucci venceu o “Main Event” do EPT (European Poker Tour) em Praga, capital da República Tcheca. Naquela oportunidade, o canadense recebeu € 913.250.

Jordan Saccucci foi preso no Canadá após ser procurado pela polícia por semanas
© Eloy CabacasJordan Saccucci foi preso no Canadá após ser procurado pela polícia por semanas

No entanto, parece que todo esse dinheiro não foi suficiente para o jogador. No final do mês passada, foi divulgado que a polícia do Canadá estava procurando uma quadrilha de assaltantes e que Saccucci supostamente faria parte deste bando, conforme publicou o portal “SuperPoker”.

Após mais de uma semana, o site “Poker.org” registrou na última quarta-feira (6), que o campeão de poker já está sob custódia da polícia. Ao lado de um comparsa, Dumark Lindsay, os dois foram presos no subúrbio de Oakville, na região administrativa de Halton Region, em Toronto.

A dupla é acusada de 68 crimes, a maioria deles se enquadram na categoria de “arrombamento”. A polícia local também recuperou um veículo Chevrolet Tahoe RST, que se acredita ter ligação com os roubos de casas.

Único do bando com ligação ao poker

Um terceiro suspeito, Paul Nkrumah, também havia sido preso dias antes. Entre todos que supostamente fazem parte deste bando, apenas Marcel Blackbrun permanece foragido. Saccucci é o único da lista com ligação junto ao mais nobre dos jogos de cartas.

Aparentemente, o histórico deste bando já possui outros crimes de assaltos. Ainda de acordo com a publicação do “Poker.org”, Saccucci foi preso em março de 2021 ao lado de outros dez indivíduos que supostamente cometeram “arrombamentos” de residências.

No “The Hendon Mob”, site que registra as principais premiações do circuito de poker presencial, o perfil do jogador de poker registra mais de US$ 1,3 milhões em ganhos. Ele já participou de torneios em países como a Espanha, Bahamas e Panamá.