Quem está começando no poker deve aprender uma lição que muitos veteranos do baralho acabaram pulando. Nunca maltrate os dealers, eles são peças fundamentais para o jogo e não tem culpa das cartas que acabam batendo no board, muito menos se aquele river cruel deu a vitória ao seu oponente. Além disso, ser deselegante não é a postura que se espera de um atleta da mente vencedor.

 

 

Aconteceu nesta edição da WSOP presencial que está sendo realizada no Cassino Rio, em Las Vegas. O profissional americano Chance Kornuth que de acordo com o The Hendon Mob possui mais de US$ 8,5 milhões em ganhos no poker live reprendeu um adversário que foi deselegante com um dealer durante torneio da copa do mundo de poker.

 

O caso se deu durante o torneio Split Pot e Kornuth aguardou o momento certo para proporcionar uma bela vingança contra o mau educado jogador. “Acabei de estourar com um cara que estava sendo um idiota com um dealer novo. Blefei all in com sucesso e mostrei para ele. Sinto que estou exatamente onde deveria estar”, escreveu nas redes sociais o dono de dois braceletes.

 

Bryn Kenney, o líder no ranking de todos os tempos nas premiações de poker ao vivo apoiou a atitude de Kornuth. “Amei o comentário, as pessoas não têm o direito de serem grossas com as outras. E como amantes do jogo precisamos defender as pessoas trabalhando na indústria e em todas as áreas da vida que estão sendo desrespeitadas”, escreveu.

Outro que também fez coro a atitude foi Dave Kelly. “Não há motivo para ser grosso com as pessoas que estão servindo o jogo”, comentou. A ótima repercussão da postagem de Kornuth fez com que ele já anunciasse o que vai fazer da próxima vez: “Já que isso parece ser tão popular, também vou passar a dar slowroll nas pessoas que forem grossas com os dealers”.