Toda a comunidade do poker aguarda ansiosamente pela resposta do título deste texto, porém, ainda não é possível saber com exatidão quando os eventos ao vivo do BSOP, o campeonato brasileiro de poker, serão retomados. Tudo depende do controle da pandemia do Coronavírus no Brasil e nenhuma previsão de calendário ou local foi divulgada pela organização da série.

Fica registrado um compromisso nosso de atualizar essa notícia assim que soubermos de qualquer novidade, mas vale lembrar que mesmo com a vacinação ocorrendo no país a situação ainda é crítica e para realizar um torneio grandioso como BSOP é preciso que o governo possa liberar eventos desse porte.

Além disso, o BSOP regularmente conta com a presença de diversos jogadores internacionais. Até mesmo Chris Moneymaker, ex-embaixador do PokerStars, campeão da WSOP 2003 e um dos maiores responsáveis pela popularização desse esporte da mente já esteve nas mesas do campeonato brasileiro de poker. Com a pandemia e a grande dificuldade de viagens internacionais seria muito complicado contar com a presença desses jogadores.

Saudades do mundo de antigamente

A última etapa presencial do BSOP aconteceu há um ano e meio, em fevereiro de 2020, na capital federal do país, Brasília. Na oportunidade, Fernando Araújo “vcvem” encarou um field de 758 entradas e ficou com o troféu de campeão do main event, além de um cheque de R$ 300.000.

O título aconteceu cinco meses antes do nascimento do primeiro filho dele, Miguel. O jogador já tinha batido na trave nesta conquista em outras duas oportunidades e na época revelou que juntou forças para conseguir vencer o torneio ao pensar no futuro nascimento do filho.

O BSOP Brasília também contou com mais um momento mágico da história do poker nacional. João Paulo Trindade é um brasiliense portador de ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica) e com a ajuda de um sobrinho ele disputou o torneio Last Chance onde conseguiu atingir a mesa final, sendo eliminado na oitava posição, ficando com uma premiação de R$ 1.760.