Assim como em diversos segmentos da sociedade, no poker também existe os especialistas. Tem jogadores que se dedicam a determinada modalidade, outros que possuem no leque de habilidades uma grande gama de opções. O “grinder” Peter Patrício, também conhecido como “Pitão”, demonstrou nos últimos tempos ser um craque dos torneios online com buy-in de US$ 500.

Nesta segunda-feira (23), ele cravou o US$ 530 Bounty Builder do PokerStars. A vitória veio em um field de 124 adversários e rendeu ao jogador radicado em Santa Catarina uma premiação de US$ 15.140. No entanto, esse tipo de conquista não é novidade na carreira dele. Através das redes sociais, Pitão mostrou todo o ROI (Retorno sobre o investimento) dele neste tipo de disputa.

“Bounty 500 é o melhor torneio da internet. Vou parar de jogar os outros”, brincou o craque nos stories do instagram. Somente nos últimos 90 dias, ele teve um lucro de US$ 190 mil em torneios com entrada entre US$ 500 e US$ 530. O retrospecto é valido para as disputas nas duas principais plataformas do jogo, o PokerStars e a GGPoker.

Ainda no site da espada vermelha o Brasil teve mais resultados positivos. Jonathan Barros foi o 3º colocado no tradicional Sunday Million, que nesta edição teve 10.095 inscrições e faturou a bolada de US$ 49.832. No mesmo torneio, Vilian Pavanatto ficou em 5º lugar e recebeu US$ 20.753. Já no US$ 1.050 Monday 6-Max High Roller, Pedro Padilha bateu de frente com 38 adversários e levou US$ 15.691.