Quem achava que Phil Hellmuth estava ultrapassado e não passava de um reclamão nas mesas teve que engolir o excelente desempenho do craque na WSOP de 2021. Foram sete mesas finais realizadas, a última delas no domingo (21), e que causou a quebra de um recorde que durava há 29 anos, quando An Tran, em 1992, esteve em seis decisões.

Hellmuth é agora o jogador que mais fez mesas finais em uma só edição da WSOP. No Evento (#84 US$ 50.000 High Holler Pot-Limit Omaha) ele terminou em segundo lugar para uma forra de US$ 734.807. O “Poker Brat” já tinha manifestado nas redes sociais o desejo de quebrar esse recorde, mas após algumas traves em outros eventos se frustrou com a possibilidade e disse não ligar para esse recorde.

O mais curioso no desempenho de Hellmuth nesta WSOP é que as sete mesas finais alcançadas por ele foram disputadas em modalidades diferentes. Além disso, em nenhuma delas o jogo foi o No-Limit Hold´em, o mais popular e difundido. O craque conquistou, um bracelete, foi vice duas vezes, e terminou em quarto, quinto, sexto e oitavo em outras.

Confira todas as mesas finais de Hellmuth na WSOP 2021:

  • Evento #2 – US$ 25.000 H.O.R.S.E – 6º colocado – US$ 95.329
  • Evento #9 – US$ 10.000 Omaha Hi/Lo 8 or Better Championship – 5º colocado – US$ 80.894
  • Evento #19 – US$ 10.000 Seven Card Stud Championship – 4º colocado – US$ 54.730
  • Evento #31 – US$ 1.500 No-Limit 2-7 Lowball Draw – 1º colocado – US$ 84.951
  • Evento #36 – US$ 10.000 Dealer’s Choice Championship – 2º colocado – US$ 153.493
  • Evento #78 – US$ 10.000 Razz Championship – 8º colocado – US$ 31.141
  • Evento #84 – US$ 50.000 High Roller Pot-Limit Omaha – 2º colocado – US$ 734.807

O proximo objetivo de Hellmuth é se tornar o “Jogador do ano” na série. No momento ele disputa ponto a ponto a liderança com o amigo Josh Arieh. Restam poucos torneios para o encerramento desta copa do mundo de poker e a diferença entre eles é pequena. Se o “Poker Brat” alcançar mais uma mesa final certamente ele passa na frente.