O destaque do Brasil no poker online é grande. Em 2021 o jogador do ano eleito pelo PocketFives pertence ao esquadrão verde amarelo, Pedro Garagnani conseguiu ótimos resultados e foi coroado com essa glória. Em 2022 a tendência são as forras dos craques tupiniquim só aumentarem, vide o sucesso do país na primeira grande série da temporada, a Winter Series, do PokerStars.

Foram 50 títulos de jogadores brasileiros na competição. O feito deixou o país na liderança da tabela de nações. Ao todo a Winter Series teve 291 competições realizadas e distribuiu US$ 61.741.378 em prêmios. A Russia foi o segundo país com mais conquistas, 36, enquanto o terceiro foi Canadá, com 22 títulos. Vale lembrar que alguns países europeus como a França e a Espanha possuem um site especifico para jogarem e os americanos também não conseguem acessar o PokerStars.

Os brasileiros que mais conseguiram dinheiro nesta edição foram os jogadores Pedro Cavalieri e Paulo Brombim. Os dois juntos ganharam uma forra de quase US$ 240 mil. Enquanto Cavalieri aumentou o bankroll em US$ 122.457, Brombim levou para casa um prêmio de US$ 112.192. O craque Dimitri Gringekov também foi bem e puxou US$ 100.005.

A série também apresentou um tetracampeão. O russo dono da conta “Premove” foi quem mais venceu torneios, enquanto o sueco Simon Mattson levou três medalhas de ouro. Quinze jogadores levaram dois canecos cada, entre eles figuram os brasileiros Felipe Lopez “BOLIS_CTBA” e Luís Gustavo “Lg#born2win”

Confira a lista com os títulos por países:

50 títulos – Brasil
36 títulos – Rússia
22 títulos – Canadá
17 títulos – Suécia
16 títulos – Alemanha
15 títulos – Reino Unido
14 títulos – Romênia, Ucrânia
10 títulos – Áustria
9 títulos – Lituânia
8 títulos – Finlândia, Irlanda
7 títulos – Polônia
6 títulos – República Tcheca
5 títulos – Hungria, Malta, Eslovênia
4 títulos – Argentina, Bielorrússia, Bélgica, Grécia, Noruega
3 títulos – Bulgária, México
2 títulos – Croácia, Estônia, Geórgia, Moldávia
1 título – Armênia, Costa Rica, Dinamarca, Cazaquistão, Mongólia, Montenegro, Nova Zelândia, Peru, Uruguai, Vietnã