Além dos braceletes oferecidos aos campeões dos torneios da WSOP presencial, disputada esse ano pela última vez no Cassino Rio, em Las Vegas, existe uma disputa paralela de um ranking que elege o POY, sigla em inglês para Player of the year, ou seja, o jogador do ano na série considerada a copa do mundo de poker.

Em 2021 os organizadores da série nem precisaram esperar o último torneio ser concluído para anunciar o grande campeão. O americano Josh Arieh foi quem ficou com essa honraria ao somar 4.194,59 pontos. Ele superou nomes como o do compatriota Phil Hellmuth (segundo colocado) e o canadense Daniel Negreanu (terceiro lugar).

O desempenho de Arieh no ranking foi alavancado pelos excelentes resultados dele na série. Foram dois braceletes conquistados, cinco mesas finais e dez ITM’s. Ao todo o jogador recebeu como premiação o valor de US$ 1.198.416. Nas redes sociais ele vibrou muito com a conquista e disse que não acreditava no momento que estava vivendo.

Além da honraria de ser o campeão do ranking, Josh Arieh angariou uma premiação de US$ 15.000 pelo feito. Phil Hellmuth chegou a liderar essa disputa em algum momento, mas foi superado pelo campeão e terminou com 3.664,09 pontos, recebendo um bônus de US$ 7.500.

Por pouco o canadense Daniel Negreanu também não passou o “Poker Brat” no ranking. Ele ficou com 3.531,03 pontos e o terceiro lugar rendeu para ele uma bonificação de US$ 2.500.