Estudar sobre poker é sempre muito importante para obter sucesso nas mesas. Embora muitos livros sobre o assunto já estejam desatualizados existem obras realmente boas, escritas por verdadeiros campeões. Esse é o caso de Dylan Linde, autor da obra Mastering Mixed Games: Winning Strategies of Draw, Stud, and Flop Games. Após 85 premiações na WSOP de Las Vegas ele garantiu o primeiro bracelete justamente em um torneio ao qual é especialista.

Foi no Evento #21 US$ 1.500 Mixed Omaha Hi-Lo 8 or Better que o americano conquistou a joia mais cobiçada da história do poker e ficou com uma premiação de US$ 170.269. A competição teve 641 entradas e gerou uma premiação total de US$ 855.735. Nomes de peso como Daniel Negrenu engataram na disputa, mas o Kid Poker não chegou na mesa final.

“É ums sensação fantástica, finalmente ganhar um bracelete é bom, mas fazer isso em jogos mistos é melhor ainda”, disse o campeão para a reportagem do PokerNews. A experiência do craque em outros tipos de modalidades foi crucia. “Muito dos estudos que fiz me ajudaram no jeito que joguei no ICM. Usei o controle do pote com certos oponentes que me protegiam e tentei jogar potes com oponentes que eu pudesse pressionar”, completou.

Um dos adversários mais difíceis que Linde encontrou no caminho para o título foi um outro especialista nas jogos mistos, Scott Abrams. O craque acabou se despedindo da competição na terceira posição, recebendo um prêmio de US$ 71.651. A queda dele deixou o campeão pronto para o heads-up contra Hernan Salazar.

 O inicio do mano a mano final teve Linde com grande vantagem sobre o adversário. Por mais que Salazar tenha lutado para conseguir as dobras ele não obteve sucesso e aos poucos o campeão foi minando o stack do adversário até poder definitivamente soltar o grito de campeão. Para Salazar sobrou a medalha de prata e uma premiação de US$ 105.235.