Nesta quarta-feira (24), uma cria da Academia brilhou nos gramados europeus. Na partida disputada no Etihad Stadium, casa do Manchester City, Gabriel Jesus foi destaque na vitória do Cityzens por 2 a 1 sobre o PSG, pela Champions League. A joia palestrina marcou o segundo gol da equipe inglesa, promovendo a virada da equipe comandada pelo técnico Guardiola.

No final da partida, quando concedeu entrevista ao canal TNT Sports, ainda no gramado do Etihad Stadium, Gabriel abordou a grande final da Libertadores, confronto que o Verdão faz com o Flamengo no próximo sábado (27), valendo o tricampeonato da competição continental.

A cria foi perguntada sobre a partida, entretanto, o craque expôs seu sentimento Alviverde e confirmou que estará ligado no duelo que acontece em Montevidéo: “Eu sou palmeirense, tenho muito carinho pelo Palmeiras. Muita gratidão pelo clube e pela minha trajetória até chegar no profissional, assim como também pelo período em que fiquei dois anos como profissional. Pelo que me ajudaram e pelo que eu ajudei clube, independentemente de ser profissional, sempre vou torcer, sábado, vou pôr a camisa do Palmeiras, como fiz contra o Santos e torcer muito”.

Na sequência, Gabriel Jesus falou sobre o adversário e cometeu um ato falho ao se referir ao Palmeiras como “a gente”: Vai ser um jogo muito difícil, todos sabem, na minha opinião o Flamengo é um pouco melhor, mas a gente...a gente não, o Palmeiras (risos), tem muita qualidade também, é um time muito grande, “gigante”, como diz o grande Zé Roberto e vai tentar vencer, está em aberto, vai ser um jogo muito bom”.

“Vou suar um pouquinho ali porque é óbvio, se trata de uma decisão, mas acho que vai dar certo”, concluiu Gabriel Jesus, que foi promovido ao elenco profissional do Verdão em janeiro de 2015, depois da disputa da Copa São Paulo. No total, Gabriel Jesus fez 70 partidas e marcou 26 gols pelo Palestra Italia.