O Palmeiras venceu o clássico contra o Santos e deu mais um passo na caminhada rumo ao 11° título do Brasileirão. Apesar dos jogos que ainda faltam para o time treinado por Abel Ferreira na competição, o tropeço de alguns concorrentes anima os adeptos do Verdão. O que frustrou quem esteve na arquibancada da Allianz Parque neste domingo (18) foi a permanência de Endrick no banco de reservas.

 

O atacante de 16 é a grande promessa brasileira dos últimos anos e vem despertando o interesse de gigantes da Europa. Quando perguntado sobre deixar Endrick no banco, o técnico Abel Ferreira falou sobre a interferência do Clube na gestão da carreira do garoto. O treinador revelou ainda que queria subir Endrick para o profissionais antes, mas o Palmeiras não permitiu.

“O Clube tem um plano para esse jogador. Quando foi campeão da Copinha, eu queria o trazer para treinar conosco e o Clube achou melhor que não era a hora. Não tinha a idade, não tinha renovado o contrato. Portanto, o Clube já tinha um plano para esse jogador. ‘Professor, não vai levar. Vamos acertar tudo primeiro e fazer as coisas de forma direitinha’. Como eu já vos disse, não sou eu quem tem um plano para o Endrick, é o Clube quem tem um plano para o Endrick. Então o Clube decidiu que nem sequer devia treinar conosco”, revela Abel Ferreira.

Abel demonstrou não estar feliz com as perguntas sobre o atacante de 16 anos. Ao fim de sua resposta sobre o tema, pediu a imprensa que pare de questionar sobre Endrick e que tudo foi esclarecido neste domingo. O treinador chegou a citar alguns atacantes que o elenco tem, afirmando que o jovem terá espaço no tempo certo e dentro do planejamento do Palmeiras.   

“Ele é um centroavante. Nós temos o Rony, temos o Miguel (Merentiel), temos o (Flaco) Lopez, temos o Navarro e ele (Endrick) vai fazer o caminho dele. Ele é muito tranquilo, ele é muito maduro, muito trabalhador, a oportunidade dele vai surgir de forma natural e calma, no tempo de Deus. Quando tiver que ser, não tem data programada. Fazer o caminho normal, temos muito cuidado para não acontecer o que aconteceu com alguns de ir e depois ter que cair (voltar para as categorias de base). Sobre ele, fui muito claro hoje e não me voltem a falar sobre isso que não vou falar mais sobre esse jogador. O Endrick vai seguir o plano que está traçado pelo Clube”, explica o treinador do Palmeiras.