O início do jogo da Copa Libertadores foi muito estudado por parte das equipes. As marcações estavam bem encaixadas, e nem São Paulo, nem Sporting Cristal conseguiam penetrar na defesa adversária. Aos 15 minutos, a primeira finalização mais perigosa foi de Eder, que acabou parando no goleiro Duarte.

Na sequência, aos 16 minutos, Hernanes roubou a bola dentro da área e deixou com Rojas. Com calma, o equatoriano balançou diante da marcação de Reyes e bateu colocado, acertando a trave direita de Duarte. Aos 17, Shaylon deixou no meio com Hernanes, que bateu de fora da área. O goleiro do Sporting Cristal praticou outra defesa.

O São Paulo continuou em cima da equipe peruana. Aos 19, Rodrigo Nestor arriscaria outro chute de fora da área. A bola saiu sobre o gol de Duarte. Aos 24, Hernanes cobrou um escanteio pela direita. Bruno Alves subiu mais alto que a defesa e cabeceou firme, contando com uma ajuda da trave direita para balançar as redes.

No segundo tempo, o Sporting Cristal voltou incomodando o São Paulo. Aos dez minutos, Hohberg cobrou falta pela meia-esquerda e mandou a bola à direita do gol de Lucas Perri. Aos 13 minutos, Shaylon abriu na direita para Orejuela, que chegou cruzando. A bola passou por todo mundo e saiu pela linha de fundo.

Aos 22, o segundo gol saiu em um contra-ataque. Rojas partiu em velocidade pela esquerda, invadiu a área e finalizou colocado, acertando o ângulo esquerdo. O terceiro aconteceu ao 24, em passe de Galeano para Vitor Bueno marcar.

São Paulo 3x0 Sporting Cristal: veja as estatísticas da partida

Posse de bola: São Paulo 64% x 36% Sporting Cristal

Finalizações: São Paulo 16 x 3 Sporting Cristal

Finalizações no alvo: São Paulo 9 x 0 Sporting Cristal

Escanteios: São Paulo 3 x 1 Sporting Cristal

Impedimentos: São Paulo 1 x 1 Sporting Cristal

Faltas: São Paulo 15 x  5 Sporting Cristal

Cartões amarelos: São Paulo 1 x 2 Sporting Cristal

Finalizações na trave: São Paulo 3 x 0 Sporting Cristal

Passes: São Paulo 611 (88% de precisão) x 342 (76% de precisão) Sporting Cristal

Desarmes: São Paulo 14 x 15 Sporting Cristal