Robson Conceição viu o sonho de se tornar campeão mundial de boxe escapar após sofrer a primeira derrota de sua carreira, em duelo contra Oscar Valdez, campeão do Conselho Mundial de Boxe (WBC), nesta sexta-feira,10, em Tucson, Arizona – EUA.

A luta foi decidida pelos árbitros que após 12 rounds deram a vitória por unanimidade com soma 115 x 112 para o mexicano. Que anota sua 30ª vitória e permanece invicto, já Robson teve seu primeiro revés e tem um cartel de 16 vitórias e uma derrota no profissional, além disso o baiano foi campeão olímpico na Rio 2016.

Robson iniciou o combate dominando as ações e caminhando bem para frente e desse modo venceu os dois primeiros rounds. Já no terceiro round foi Valdez quem tomou a iniciativa, pressionando Conceição e acabou garantindo uma pequena vantagem. No quarto round Valdez estava mais confiante e acabou abrindo espaços que foram facilmente aproveitados por Robson que conectou bons jabs e ampliou sua vantagem, registrando 39 x 37.

O quinto round foi o momento de o brasileiro mostrar toda a sua habilidade e abusou da movimentação, provocativo ele manteve a guarda baixa e se valeu da boa esquiva e se manteve na liderança do combate. A situação se inverteu no sexto round, Oscar dominou as ações e só restou a Robson contra golpear, mas não foi o bastante para reverter a vantagem do mexicano. Nos rounds seguintes Robson diminuiu o ritmo, e demonstrava mais cansaço que seu adversário, o brasileiro ainda conectou um golpe ilegal, ao acertar a nuca de Valdez no nono round, e perdeu um ponto.

Com o apoio da torcida, Valdez acabou mantendo um ritmo melhor na reta final e garantiu a vitória na decisão. Apesar disso o resultado não repercutiu de forma positiva e vários internautas apaixonados pelo boxe ao redor do mundo criticaram a decisão da arbitragem, e afirmaram que o resultado não era condizente com o que foi visto durante o combate. Vale ressaltar que Valdez saiu bem machucado e sangrando do combate.

Robson Conceição e Oscar Valdez já se enfrentaram antes em 2009, quando ainda eram amadores e o brasileiro levou a melhor. Além disso o confronto por pouco não aconteceu pois o mexicano foi flagradoem um exame antidoping realizado mês passado pelo uso da substância fentermina, apesar disso o lutador alegou não ter usado a substancia proibida e de acordo com as normas internacionais, o estimulante só seria proibido apenas caso fosse encontrado dias antes do confronto.