Ricardo Bueno é um dos líderes do elenco do Juventude, e na última terça-feira, jogando contra o RB Bragantino em casa, pelo Campeonato Brasileiro, teve uma noite diferente durante a partida no Alfredo Jaconi. 

O atacante perdeu um pênalti no primeiro tempo, porém, foi dele o gol que deu a vitória para o time gaúcho conquistar os três pontos e subir na tabela de classificação do Brasileirão e deixar a equipe com 43 pontos somados, respirando um pouco aliviada na luta contra o rebaixamento para à Série C. 

Além da importância do gol para o Juventude seguir firme na elite do futebol nacional, o tento contra a equipe do interior fez com que Ricardo Bueno chegasse a sete no Campeonato Brasileiro, igualando o seu antecessor, Matheus Peixoto, que foi vendido ao futebol ucraniano.

O atacante passou por um período de seca de gols, com uma sequência de sete partidas seguidas sem marcar. Mas, para a alegria do torcedor, nas últimas duas rodadas voltou a balançar as redes, além de marcar contra o RB Bragantino, foi o responsável por empatar a partida com o Atlético-GO e garantir um ponto para o Juventude na semana passada. 

 
Com a vitória na última rodada sobre o RB Bragantino, o Juventude subiu na tabela de classificação e foi para a 14ª colocação, com 43 pontos. Nesta sexta-feira (3), enfrenta o 
o Fortaleza, na Arena Castelão, às 21h. 
 
Para o duelo desta noite, o Juventude deverá entrar com a mesma formação que conseguiu a vitória contra o RB Bragantino: Douglas; Michel Macedo, Rafael Forster, Vitor Mendes e William Matheus; Dawhan, Jadson, Guilherme Castilho e Wescley; Ricardo Bueno e Sorriso.