Corinthians e Atlético-GO, se enfrentam nesta quarta-feira, (28), pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19h horário de Brasília, na Neo Química Arena. O Dragão não vence uma partida na competição há seis rodadas, sua última vitória foi em cima do Red Bull Bragantino por  2 a 1, atualmente o time está na vice-lanterna com apenas 22 pontos somados e busca pontuar em Itaquera para conseguir sair da zona de rebaixamento.

 

 

Eduardo Baptista, técnico do Dragão, deu entrevista na coletiva de imprensa na manhã de ontem, terça-feira (27), dizendo que sabe das dificuldades que terá ao enfrentar o Corinthians na casa do adversário. Além da qualidade da equipe, o comandante exaltou a torcida alvinegra como um fator que gera pressão e joga junto com os jogadores dizendo ser um ambiente hostil para quem joga contra.

 

 

"Primeiro, quando você vai jogar contra o Corinthians, o torcedor joga junto, é um ambiente muito hostil para o adversário. Temos que estar equilibrados, falei bastante isso com eles (atletas) esta semana. Estar equilibrado emocionalmente, mas taticamente também",  disse Eduardo sobre a torcida corinthiana.

 

O Corinthians neste ano contou muitas vezes com o apoio de sua torcida, segundo apuração da Gazeta Esportiva, a média de torcedores por jogo é de 37,1 mil pessoas. Os dois times já se enfrentaram três vezes, com duas vitórias Alvinegras e uma Rubro-Negra, o Dragão chegou a ser eliminado na Copa do Brasil após uma derrota por 4 a 1 lá em Itaquera, mesmo tendo vencido o primeiro jogo por 2 a 0.

 

  

 

Baptista também comentou como quer seu time jogando e afirma saber vencer a equipe paulista. Vale lembrar que ele não estava no comando do time nas outras ocasiões em que se enfrentaram. "Marcação boa e, quando tiver a bola, buscar jogar, encontrar os espaços… Vimos alguns jogos que o Corinthians teve dificuldades, buscamos entender o que houve e vamos tentar tirar o melhor proveito disso", analisou o treinador.