O Atlético estreou com o pé direito na Copa Libertadores da América de 2022. Na noite da última quarta-feira (6), o Galo bateu o Deportes Tolima pelo placar de 2x0, com gols de Nacho Fernández e Tchê Tchê, e quebrou um tabu histórico. O clube mineiro se tornou primeiro brasileiro a vencer o time colombiano em Ibagué, sua cidade-sede. 

"É um campo muito difícil. Por isso daremos muito valor ao triunfo. É início de Copa Libertadores, e somar três pontos de visitante contra um rival qualificado é algo muito exitoso", elogiou o técnico Antonio "El Turco" Mohamed, em entrevista coletiva. Apesar da análise positiva, o comandante alertou para erros cometidos pelo Atlético. 

Na avaliação de Turco, o Galo não conseguiu manter seu estilo de jogo durante toda a partida. O treinador argentino lamentou os erros de passes na construção das jogadas, o que permitiu que o Tolima tivesse contra-ataques - na segunda etapa, Everson foi obrigado a praticar grande defesa. O aspecto será trabalhado nos treinos de olho na sequência do ano.

"A equipe hoje teve muitas perdas de bola, não é um costume, e por isso tivemos muitos ataques do rival. É uma situação que temos que corrigir, mas é algo natural. Não conhecíamos o campo. Mas é uma situação que precisamos melhorar isso", pontuou. O resultado deixou o Galo empatado na liderança do Grupo D com o Independiente del Valle-EQU.

Os equatorianos estiveram em Belo Horizonte neste meio de semana e bateram o América-MG, no Independência, pelo mesmo placar de 2x0. O próximo desafio do Atlético pela Libertadores será justamente contra o Coelho, no próximo meio de semana. Antes, a equipe estreia no Campeonato Brasileiro contra o Internacional, domingo (10), no Mineirão.