O Atlético-MG segue tranquilo na Libertadores, o Galo venceu o América-MG por 2x1 com gols de Arana e Nacho, Conti fez um gol e diminuiu para o Coelho. Diante do triunfo a equipe está tranquila na liderança do Grupo D, com oito pontos conquistados em quatro partidas. A equipe liderada por El Turco pode perder o posto de líder da chave caso o Independiente Del Valle vença o Tolima, nesta quarta-feira (04), na Colômbia.

 

Além de se estabelecer na liderança do grupo, o Galo também fez história na partida contra o Coelho. O alvinegro ampliou a sua sequência de invencibilidade na competição continental e agora está há 17 jogos sem sofrer derrota, na maior competição do futebol sul-americano. O recorde alcançado pelo Atlético é o mesmo do Flamengo nas edições 2020-21 e Sporting Cristal em 1962-68-69.

A última derrota da equipe no torneio continental foi por 1x0 para o Nacional na edição de 2019, em seguida, naquela mesma temporada, o Galo venceu o Zamora, da Venezuela, fora de casa pela última rodada da fase de grupos por 2x1. Desde então a equipe atuou em 17 jogos pela Libertadores, conquistando 10 vitórias e sete empates. Vale destacar que, na edição passada, o time foi eliminado invicto na competição após empatar com o Palmeiras, na semifinal. O Galo deixou o torneio pelo critério de gols fora e casa.

Apesar da sequência invicta, o clube mineiro também buscava voltar a vencer já que na competição vinha de dois empates, algo que também vinha acontecendo em outras competições. O atacante Hulk, comentou a cobrança interna para voltar aos triunfos. “Você olha assim e fala: ‘Poxa, a gente não perde há alguns jogos, mas também não ganha há três jogos’. E começa aquela ansiedade. Claro, o time mais experiente já sabe lidar com as situações”, disse o jogador, na saída do campo.

Hulk ainda destacou a importância do triunfo sobre o Coelho. “A gente já estava doido para voltar a ganhar. E ganhar um jogo como hoje, a importância que a equipe teve no jogo de hoje. Encaminhar a classificação, entrar para a história da Libertadores, isso é muito importante para a gente”, completou o camisa 7 que concedeu a assistência para o gol de Guilherme Arana.

O técnico El Turco comemorou o resultado e a retomada da confiança da equipe, mas reconheceu a necessidade de o time melhorar o aproveitamento nas finalizações. “Temos que melhorar na contundência, temos muito claro isso. (...) Mas a contundência você pode trabalhar. Somente nos faltam tranquilidade, o que vai chegar. Mas o mais importante é que a equipe controla o jogo e joga como nós queremos, a partida se desenvolve como nós queremos. Não importa o campo, seguimos gerando chances de gols. Isso me deixa muito tranquilo.”, disse antes de completar: "Isso é o mais importante: que a equipe tenha identidade. Hoje já mudou um pouco a má sorte, melhorou a confiança. Temos que seguir por este caminho".

O próximo compromisso da equipe na competição é contra o Independiente Del Valle, no dia 19 de maio, quinta-feira, no Mineirão, pela quinta rodada, quando a equipe terá a oportunidade de se tornar o recordista histórico e isolado da competição. Vale destacar que este encontro é marcado pelo equilíbrio e pode ser um dos jogos mais desafiadores da equipe nesta fase de grupos da competição, já que nos três encontros dos times pela Libertadores cada um saiu com uma vitória e um dos jogos terminou em empate, justamente o duelo da terceira rodada da fase de grupos da atual edição, que ocorreu em abril, o encontro terminou em 1x1, no Estádio Banco Guayaquil.

Porém, antes de entrar em campo na briga pela classificação como líder da chave e do recorde histórico na Libertadores, o time de El Turco ainda tem outros três compromissos, todos eles pelo Brasileirão. O primeiro é justamente contra o Américo-MG, próximo sábado (07), no Estádio Raimundo Sampaio, às 16h30. Depois o Alvinegro ainda enfrenta o RB Bragantino e Atlético-GO.