Sem rodeios, Dedé critica passagem de Ceni pelo Cruzeiro

Futebol: Mais notícias

Futebol Cruzeiro

Sem rodeios, Dedé critica passagem de Ceni pelo Cruzeiro: "torcedor achou que nós estávamos errados"

Para o zagueiro, treinador deve dividir responsabilidade do rebaixamento inédito com os jogadores e diretoria

Bolavip

Sem rodeios, Dedé critica passagem de Ceni pelo Cruzeiro

Sem rodeios, Dedé critica passagem de Ceni pelo Cruzeiro

As feridas pelo rebaixamento do Cruzeiro em 2019 ainda permanecem abertas. Se o clube não conseguiu se reerguer, tanto dentro quanto fora dos gramados, muitos envolvidos na queda ainda trocam farpas publicamente. Após o goleiro Fábio criticar o ex-técnico cruzeirense Rogério Ceni, foi a vez de Dedé alfinetar o treinador.

Em entrevista para o programa Bola da Vez, do canal ESPN Brasil, o zagueiro alertou que o técnico também teve sua parcela de culpa pelo rebaixamento cruzeirense na temporada passada. “Eu não sei te dizer isso (se o Cruzeiro se salvaria se Ceni ficasse no cargo). Mas eu acho que a situação do time dar uma descida, também tem uma parcela de culpa do Rogério Ceni. Ele teve muitas oportunidades... Ali não era só o trabalho tático e técnico do treinador. Tem o psicológico também. E estava muito inflamada essa situação psicológica".

O defensor ainda relatou que teve um papel apaziguador durante a crise do Cruzeiro. “O torcedor até achou, da forma que o Rogério falou, que nós estávamos errados. Eu acho que no futebol, principalmente em um momento difícil, a equipe inteira tem que se unir o mais forte possível. Nosso time estava começando a se dividir, mandar recado um para o outro em entrevistas. E eu tentei apaziguar isso”, explicou.

Por fim, Dedé se eximiu de qualquer culpa pela demissão do treinador, que pouco tempo permaneceu no cargo. “Eu tentei colocar as principais peças que tínhamos (Thiago Neves, Edilson, Sassá) em harmonia. A gente estava vestindo a camisa do Cruzeiro. E ali, depois do que eu falei, até ocorreu a demissão do Rogério Ceni. Mas no meu modo de ver que não tenho nada a ver com a situação dele. Quem demite é a diretoria”, concluiu.

Com contrato até o final de 2021 com o Cruzeiro, Dedé ainda não rescindiu o vínculo com a Raposa e seu futuro é incerto. Em março, o zagueiro passou por uma cirurgia no joelho direito e segue em recuperação.

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.