Santos sonha com Renato Portaluppi e tem até cinco estrangeiros no radar

Futebol: Mais notícias

Futebol Santos

Santos sonha com Renato Portaluppi e tem até cinco estrangeiros no radar

O Santos está em busca de um novo treinador para a vaga deixada por Jorge Sampaoli e estuda alguns nomes no mercado para 2020 

Bolavip

Santos sonha com Renato Portaluppi e tem até cinco estrangeiros no radar

Santos sonha com Renato Portaluppi e tem até cinco estrangeiros no radar

A diretoria do Santos segue trabalhando para buscar um novo treinador para o ano de 2020. Após a saída de Jorge Sampaoli, nomes estrangeiros ganham força nos bastidores, mas uma opção do futebol brasileiro também é bem vista no clube. Com pressa para anunciar o novo contratado, mas com o objetivo de não errar na escolha, o clube já iniciou seu planejamento e anunciou reforços. 

No mercado interno, o sonho do Alvinegro Praiano, segundo revelou a Gazeta Esportiva na manhã desta segunda-feira (16), é Renato Gaúcho. O treinador tem proposta para renovar seu contrato e dar sequência no trabalho no Grêmio que já vem desde 2016, mas ainda não anunciou sua decisão para o futuro. O Santos sabe da dificuldade e tem como outro nome bem avaliado o de Rafael Dudamel, da Seleção Venezuelana.

Ex-goleiro Rafael Dudamel: na Venezuela desde 2016

Buscando uma solução 'criativa', o presidente José Carlos Peres e o diretor William Thomas têm recebido indicações. Uma delas foi o experiente técnico belga Mircea Lucescu, de 74 anos, que dirigiu muitos brasileiros em sua passagem de 12 anos pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Ele deixou a Seleção Turca no início da temporada e está no mercado. 

Mircea Lucescu: experiência com brasileiros

Também do futebol europeu surgiu no radar o espanhol Domènec Torrent, de 57 anos, ex-auxiliar de Pepe Guardiola. Outras inidicações, que, a princípio, não interessam ao Santos, foram o argentino Matías Almeyda, do San José Earthquakes, dos Estados Unidos, e o português José Peseiro, ex-Sporting.

Entre os primeiros nomes que surgiram após a saída de Sampaoli, Ariel Holan fechou com a Universidad Católica, do Chile, Sebastián Beccacece está próximo do Racing, da Argentina, e Miguel Ángel Ramírez, do Independiente Del Valle, do Equador, está em alta e tem com um contrato com multa rescisória.

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.