A torcida do Cruzeiro vai aos poucos se acostumando com a ideia de jogar na Série A em 2023. Isso porque o time da Toca da Raposa lidera a Segundona e não enxerga os adversários pelo retrovisor. O segundo colocado na tabela, melhor adversário dos mineiros até o momento, o Vasco está a seis pontos do líder Cabuloso.

Se o futebol dentro de campo vem agradando, muito se deve ao treinador Paulo Pezzolano e as contratações de 2022. O goleiro Rafael Cabral e o centroavante Edu são os dois jogadores que chegaram este ano e que mais estão se destacando no time. Enquanto o guarda redes trouxe tranquilidade a baliza cruzeirense depois da saída de Fábio, o camisa 99 do Mineirão é o artilheiro da Série B. As vindas tão trazendo resultado para a equipe e uma saída pode gerar ainda mais grana para o Clube.

 

O volante Éderson, ex-Fortaleza e Corinthians, chegou este ano ao futebol italiano, para o time da Salernitana. Com um bom desempenho em 2022, o atleta deve deixar o atual clube para se transferir ao Atalanta. Numa negociação que pode chegar a R$ 139 milhões, o Cruzeiro também sairia ganhando nessa história. Por ter sido uma das instituições que ajudaram a formar o atleta, a Raposa tem direito a 0,79% das transações envolvendo o meia.

Apesar de ter jogado a maior parte do tempo da base em São Paulo, o Éderson chegou no Cruzeiro para subir ao profissional. Tido como uma das joias da equipe na época, a saída do atleta em 2020, após o rebaixamento, não foi das melhores. O volante colocou a Raposa na justiça, saindo em seguida para o Corinthians. Apesar do imbróglio, os mineiros devem chegar a R$ 1 milhão de faturamento entre as duas transações recentes do jogador.