arrow_drop_down
search
Marcello Zambrana/AGIF

Futebol São Paulo

Rigoni impressiona e São Paulo costura contrato vantajoso em meio à pandemia; R$ 2,2 milhões serão pagos em 5x a partir de dezembro

Meia-atacante de 28 anos mostrou ótimo futebol em sua primeira apresentação como titular de Crespo com direito a gol e assistência diante do 4 de Julho pela Copa do Brasil

Bolavip

Marcello Zambrana/AGIF

Marcello Zambrana/AGIF (Foto: 1021)

A goleada por 9 a 1 sobre o 4 de Julho foi a oportunidade para Hernán Crespo poder testar ainda mais o poder ofensivo do São Paulo. Precisando vencer o modesto time do Piauí, o técnico argentino escalou uma equipe rápida e versátil. Parte dessa qualidade vinha com Emiliano Rigoni. O meia-atacante foi indicação do comandante ao Departamento de Futebol do SPFC e, em sua primeira chance como titular, não decepcionou.

Muito pelo contrário, Rigoni acabou sendo um dos melhores em campo até os 23 minutos do segundo tempo, quando foi substituído por Crespo. O argentino de 28 anos começou como ala direito e contribuiu com profundidade ao ataque tricolor. Ambidestro e muito habilidoso, o camisa 77 deu assistência para o gol de Gabriel Sara e deixou sua marca na etapa final ao balançar as redes.

Com possíveis convocações de Daniel Alves, Liziero e Luan nas datas Fifa, Rigoni certamente ganhará espaço no setor ofensivo, seja pelas beiradas do campo como no meio. Crespo deixou claro que sua indicação pelo compatriota se dá também por sua experiência no futebol de fora. Em 2017, foi campeão da Copa Sul-Americana pelo Independiente, batendo o Flamengo dentro do Maracanã na decisão.

Rigoni comemora primeiro gol com a camisa do São Paulo na vitória contra o 4 de Julho (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)

Na Europa, passou por equipes como Zenit (Rússia), Elche (Espanha) e Atalanta e Sampdoria, ambos clubes da Itália. Esquecido no futebol de segundo escalão, Rigoni foi fisgado pelo projeto apresentado por Crespo e o São Paulo o comprou por 1,8 milhão de euros (cerca de R$ 11,5 milhões na cotação atual), que serão pagos em cinco parcelas. A primeira só cai em dezembro - no valor de R$ 2,2 milhões, uma vantagem do clube em meio a complicações financeiras por causa da pandemia.

O BolaVip Brasil apurou que Rigoni tinha, de fato, sondagens do futebol europeu, mas o São Paulo e a oportunidade de trabalhar com Crespo cativaram o meia-atacante argentino. "Tinham sondagens de clubes de médio porte da Europa, ele estava em baixa na Europa. O Independiente vendeu pensando na grana, e ele foi para um futebol nivelado por baixo. Naturalmente, o rendimento ia cair e ele perderia valor de mercado. Mas sempre teve um bom futebol", disse uma fonte do São Paulo. 

Ele tem contrato no Morumbi até junho de 2022 e sua multa rescisória não foi revelada até o fechamento desta reportagem. O objetivo do jogador no Morumbi é recuperar sua confiança com mais frequência na vaga de titular. A tendência é que retorne ao banco contra o Atlético-MG, no fim de semana, pelo Campeonato Brasileiro, mas a carência de pontas no elenco são-paulino pode favorecer suas qualidades.

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.