Se por um lado o Brasil ficou conhecido por ser um polo de produção de grandes nomes do futebol mundial, por outro, também recebeu inúmeros craques internacionais.


Nomes como Diego Lugano, Andrés D’Alessandro, Carlos Tevez, Walter Kannemann, Arrascaeta e Paolo Guerrero são algumas das estrelas gringas que fizeram e ainda fazem história nos estádios brasileiros.


Veja a lista dos jogadores estrangeiros que mais sucesso fizeram no Brasil.

 

25. Honda

 

 

 

 

O japonês Keisuke Honda chegou em fevereiro no Brasil para vestir a camisa do Botafogo. Nesse tempo o meio-campista já conquistou fãs tanto dentro do clube como na torcida alvinegra. 


Com dois gols marcados pelo time, o camisa 4 renovou contrato e fica até o final do Campeonato Brasileiro, que finaliza em fevereiro de 2021. 

 

 

24. Seedorf


A passagem de Clarence Seedorf no futebol brasileiro, e especialmente no Botafogo, deixou marcas na história do clube alvinegro. O jogador Holandês atuou com a camisa do Glorioso nas temporadas de 2012 e 2013. 


Seedorf que jogou em equipes como o Ajax, Real Madrid, Inter e Milan decidiu concluir sua sua carreira no Botafogo. No Glorioso conquistou o Campeonato Carioca de 2013, marcando 24 gols em 81 partidas. 

 

22. Rincón

 


Freddy Rincón, colombiano da cidade de Buenaventura, era dono de uma técnica exuberante e porte físico avantajado. No Corinthians se transformou em um dos volantes mais modernos do futebol brasileiro da época. Jogou junto com Marcelinho Carioca,  Ricardinho e Vampeta no meio de campo.


Após a conquista de dois Campeonatos Brasileiros e do primeiro Mundial de Clubes da Fifa, na função de capitão do time, Rincón passou a ser ídolo da Fiel. 


21. Montillo

 

O argentino Walter Damián Montillo ficou conhecido por imitar um cavaleiro andando em seu cavalo cada vez que balançava as redes. Vestiu a camisa do Cruzeiro entre 2010 e 2012, disputando 144 partidas e marcando 36 gols. 


O meia foi apresentado no Cruzeiro em agosto de 2010 e marcou seu primeiro gol com a camisa da Raposa na vitória de 1 a 0 contra o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro daquele ano. No ano seguinte foi o artilheiro do Cruzeiro com 21 gols. 

 

20. Mascherano

 

 

Nascido em Santa Fé, na Argentina, em 8 de junho de 1984, foi revelado pelo River Plate. Sua forma de jogar marcou a diferença e chamou a atenção do Corinthians.


Em 2005 foi contratado pelo Timão em parceria com a MSI com status de estrela junto com outro argentino Carlos Tévez. O valente vestiu a camisa do Corinthians em 26 jogos.

 


19. Marcelo Moreno

 


Marcelo Martins Moreno nasceu em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia em 1987. Começou na base do Oriente Petrolero da Bolívia, mas foi pelo Vitória da Bahia onde Moreno se profissionalizou em 2004. De lá pra cá, seu nome ficou marcado no futebol brasileiro.

Teve passagens pelo Grêmio, Flamengo e Cruzeiro clube que defende atualmente. Os títulos que conquistou foram: Campeonato Baiano (2005 e 2007) pelo Vitória; Campeonato Mineiro (2008 e 2014) e Campeonato Brasileiro (2014) pelo Cruzeiro; Copa do Brasil (2013) pelo Flamengo.

 


18. Carlos Tévez

 


O argentino Carlos Tévez o “Carlitos”, chegou no Corinthians em 2005 e ganhou nome no Timão pela importante participação na campanha pelo título do Campeonato Brasileiro no mesmo ano, com 20 gols marcados. 


Logo da eliminação na Libertadores e várias confusões, o craque argentino foi transferido ao West Ham, da Inglaterra. Tévez disputou 78 jogos com a camisa do Timão e balançou a rede 46 vezes.

 


17. Jorge Valdivia


O meio-campista chileno Jorge Valdivia o “El mago” Valdivia como é conhecido, teve duas passagens pelo Palmeiras de 2006 a 2008 e depois de 2010 a 2015 e foi importantíssimo na conquista de um Campeonato Paulista e duas Copas do Brasil pelo time paulista.


Com a camisa verde e branco o chileno disputou 240 jogos e marcou 41 gols. 

 

16. Ángel Romero



Romero é o Top 3 entre os estrangeiros que mais balançaram a rede com a camisa do Timão, com 38 gols, atrás apenas de Carlitos Tévez, com 46, e Paolo Guerrero com 54. E o gringo com mais jogos disputados pelo clube, no total foram 222 partidas defendendo o Alvinegro paulista. Sem contar os títulos: dois Brasileiros (2015 e 2017) e dois paulistas (2017 e 2018).

 


15. Darío Conca

 

O meio campista argentino Darío Conca, conhecido pela habilidade com a perna esquerda, iniciou sua carreira no Clube Atlético Tigre, da Argentina, jogou no River Plate e Rosário Central. No Brasil passou pelo Vasco, Fluminense e Flamengo. Mas foi no Flu que Conca se consagrou.


Ídolo do time carioca, Conca liderou a conquista do Campeonato Brasileiro de 2010 foi eleito como o melhor jogador de esse ano. 


14. Paolo Guerrero


O atacante peruano Paolo Guerrero é o segundo estrangeiro com o maior número de gols no Campeonato Brasileiro, com 53, atrás apenas do sérvio Petkovic, que tem 83 gols marcados.

 
No Brasil, Guerrero, defendeu o Corinthians de 2012 a 2014, o Flamengo de 2015 a 2017 e atualmente veste o manto do Internacional. Títulos conquistados pelo peruano: Mundial de Clubes (2012), Recopa Sul-Americana (2013), Campeonato Paulista (2013) e Campeonato Brasileiro (2015) pelo Timão e Campeonato Carioca (2017) pelo Flamengo.

 

13. Arrascaeta


O meio campista Giorgian De Arrascaeta, começou sua carreira profissional no Defensor, do Uruguai. Desembarcou em solo brasileiro para jogar no Cruzeiro, time que defendeu de 2015 a 2018 em um total de quase 200 partidas com a camiseta da Raposa.


Logo de um ótimo desempenho pelo Cruzeiro, foi contratado pelo Flamengo pelo valor de 4,80 milhões de euros. No Rubro-Negro, o uruguaio se tornou o 8° estrangeiro com mais gols na história do clube, com 24 gols, superando o alemão Fritz Engel, que atuou nos anos 30, e marcou 23 vezes.

 

 

12. Walter Kannemann


Ídolo do Grêmio, o zagueiro argentino se profissionalizou no San Lorenzo, da Argentina, também jogou no Atlas, do México. Em 2016 foi contratado pelo Tricolor gaúcho, onde ganhou seu lugar no coração da torcida. 


De lá pra cá, conquistou a Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana e dois Campeonatos Gaúchos. Com a camisa do Grêmio tem 162 jogos e quatro gols.


11. Aristizábal


O ex-atacante colombiano Víctor Hugo Aristizábal, nasceu em Medellín. No Brasil defendeu o Cruzeiro, São Paulo, Santos, Vitória e Coritiba.


Em solo brasileiro Aristizábal marcou 112 gols. Sendo 36 pelo São Paulo, seis pelo Santos. No Vitória, balançou as redes 30 vezes, fez 28 gols pelo Cruzeiro e 12 pelo Coritiba.


10. Juan Pablo Sorín


Juan Pablo Sorín nasceu em 5 de maio de 1976 em Buenos Aires, Argentina. Começou profissionalmente no Argentinos Juniors, passou pela Juventus, da Itália e pelo River Plate.


O argentino chegou ao Cruzeiro no ano 2000 e não demorou para ganhar seu lugar na Raposa. Sorín foi crucial na conquista do título da Copa do Brasil de ano. Jogou pelo clube em 2000-2002, 2004 e 2008-2009.

 

9. Dejan Petković



Dejan Petković ou simplesmente Pet, nasceu em Majdanpek, na Sérvia, em 10 de setembro de 1972. O meia chegou ao Brasil em 1997 para assumir o lugar do atacante Bebeto no Vitória.

Pet é o maior goleador estrangeiro da história do Campeonato Brasileiro, com 83 gols. O sérvio jogou pelo  Vitória, Flamengo, Vasco, Fluminense, Goiás, Santos e Atlético-MG. 


8. Diego Lugano



Diego Lugano, nasceu em Montevidéu, em 1980, iniciou sua carreira no Nacional, aos 19 anos de idade. O ex zagueiro conquistou com sua raça o status de ídolo no São Paulo. 


Foi contratado em 2003, e apesar da desconfiança inicial, conseguiu a vaga de titular nesse mesmo ano. Em 2005 ajudou o Tricolor a conquistar o Campeonato Paulista, o Brasileiro, a Libertadores e o Mundial. Somando 213 partidas realizadas e 13 gols marcados. 


7. Andrés D’Alessandro


O argentino, naturalizado brasileiro, Andrés D’Alessandro é um dos maiores jogadores do Internacional de Porto Alegre. Antes de desembarcar no Brasil o craque se destacou no River Plate e no San Lorenzo. 


D’Alessandro é um dos estrangeiros mais longevos jogando no futebol brasileiro. D’Ale acumula títulos, dribles desconcertantes e grandes assistências. 

 

6.Francisco Arce

 


Francisco Arce, agora técnico, foi revelado pelo Cerro Porteño no início dos anos 90. O paraguaio fez história no futebol brasileiro como lateral direito do Grêmio e do Palmeiras. 


Arce chegou ao Brasil em 1995, contratado pelo Grêmio, clube onde conquistou dois campeonatos estaduais (1995 e 1996), um Campeonato Brasileiro (1996), uma Copa do Brasil (1997), a Libertadores de 1995 e a Recopa de 1996. Em 1998 passou a jogar pelo Palmeiras. Foi eleito melhor lateral direito da América Latina por sete anos consecutivos. 


5. Elías Figueroa

 


Elias Ricardo Figueroa Brander é considerado o maior jogador chileno de todos os tempos. No Brasil conquistou a categoria de ídolo. Em 1975 foi autor do “gol iluminado” que permitiu ao Internacional de Porto Alegre conquistar seu primeiro título do Campeonato Brasileiro. 


Pelo Internacional,  foi campeão brasileiro em 1975 e 1976 e eleito melhor jogador sul-americano em três oportunidades, de 1974 a 1976.

 

4. Pedro Rocha


O uruguaio Pedro Rocha, também conhecido como “verdugo” pela sua grande categoria com os adversários, foi um grande nome do futebol. Iniciou sua carreira no Peñarol na década de 60.


Sua chegada ao São Paulo foi em 1970 e está marcada por grandes conquistas, foram dois campeonatos estaduais (71 e 75), e dois vice-brasileiros em 71 e 73. Pelo Tricolor foram 375 jogos e 113 gols. Em 1972 ganhou popularidade por ser o primeiro estrangeiro a se tornar artilheiro no Brasil com 17 gols.  


3. Carlos Gamarra 


Nascido em Ypacaraí, no Paraguai, em 1971, Carlos Gamarra começou sua carreira profissional no Cerro Porteño, na década de 1990. Antes de chegar ao Brasil, fez uma breve passagem no Independiente, da Argentina, entre 1992 e 1993.


Em 1995 o zagueiro chegou ao Beira-Rio para defender o Internacional, logo passou pelo Benfica (1997-98), Corinthians (1998-99), Atlético de Madrid (1999-2000), Flamengo (2000-01), AEK (2001-02), Inter (2002-05), Palmeiras (2005-06) e Olimpia (2007). No Brasil conquistou vários títulos: Campeonato Gaúcho (1997), Campeonato Brasileiro (1998), Campeonato Paulista (1999), Campeonato Carioca (2001) e Copa dos Campeões (2001).

 

2. Darío Pereyra 


Darío Pereyra nasceu em Sauce, no Uruguai, em 19 de outubro de 1956. Começou sua carreira no Nacional de Montevidéu e fez sua primeira atuação pela seleção uruguaia aos 18 anos.
O ex-zagueiro foi anunciado como jogador do São Paulo, no dia 17 de outubro de 1977. Nos anos 80 formou junto com Oscar, a melhor dupla de zaga da história do Tricolor.


Com a camisa do Tricolor paulista atuou em 451 partidas e anotou 38 gols. No total foram seis títulos: quatro Paulistas e dois Brasileiros. Também vestiu a camisa do Flamengo em 1988, e do Palmeiras em 1989. 


1.Rodolfo Rodríguez


O uruguaio Rodolfo Rodríguez, foi um dos maiores goleiros da história do Santos. Iniciou sua carreira no Cerro, em 1974, passou pelo Nacional, também do Uruguai, antes de desembarcar na Vila Belmiro.


Com a camisa do Santos, Rodolfo atuou em 255 jogos, de 1984 a 1988, sendo o sétimo goleiro que mais jogou pelo clube. Junto com Serginho Chulapa, o uruguaio foi o grande ídolo da torcida da década de 1980. Também defendeu a Portuguesa e o Bahia. Rodolfo conquistou três títulos no futebol brasileiro: duas vezes o Campeonato Baiano e um Paulista.