A Seleção Francesa entra em campo neste domingo, 10, às 15h45 pelo horário de Brasília, para enfrentar a Espanha, mas não contará com um de seus reforços, isso porque o meia Adrien Rabiot testou positivo para covid-19. O jogo que acontece em Milão é válido pela segunda edição da Liga das Nações.

O jogador está em isolamento e não chegou a viajar para a Itália. O anuncio foi feito pela Federação Francesa de Futebol (FFF) que ainda informou que o jogador da Juventus de Turim não poderá ser substituído.

O jogador realizou exames na última sexta-feira, 08, junto com os demais companheiros de seleção. Nenhum outro jogador testou positivo para o coronavírus. E de acordo como regulamento da UEFA "se um grupo de jogadores de uma equipe for colocado em quarentena ou isolado, o jogo será disputado como planejado se a equipe tiver pelo menos 13 jogadores, sendo ao menos um goleiro”.

Quem deve assumir a função de Rabiot no meio campo deve ser Aurélien Tchouaméni, volante do Monaco. O Rabiot atuou na vitória da França por 3 x 2 diante da Bélgica na semifinal da competição. E na última sexta-feira, 07, ele participou de um treino na cidade de Turim, onde os titulares realizaram exercícios individuais. Aos 26 anos, Rabiot já atuou em 22 jogos com a seleção francesa e fez uma assistência, mas não marcou nenhum gol.