Mesmo com Churín e DS no elenco, Renato ainda sonha com um novo ‘camisa 9’. Matheus Babi, do Botafogo, se tornou um dos alvos da diretoria, que já formalizou uma proposta. A informação é do jornalista Diogo Rossi. Segundo o mesmo, o presidente do Fogão ressaltou que a oferta do Tricolor “foi ruim”, por isso não foi aceita. Os cariocas pedem € 3 milhões para liberar o jogador, que também entrou na mira de Inter, Santos, São Paulo e Atlético.

Babi tem seu passe ligado ao Serra Macaense e tem vínculo de empréstimo com o Botafogo até o fim de 2021. O valor estipulado de quebra de contrato é o mesmo solicitado pela diretoria do Alvinegro: € 3 milhões de euros. Santos, São Paulo, Atlético e Inter não se assustaram com o preço, que é acessível para a grande maioria dos clubes brasileiros. O Fogão, aliás, pode perder alguns jogadores por conta do rebaixamento.

Nesta última semana, o Grêmio deixou Babi de lado e focou em um novo centroavante: Abel Hernández, do Inter. A reportagem da ‘Revista Colorada’ contatou o representante Pablo Betancourt, que confirmou a sondagem do Imortal pelo uruguaio. Com novos atacantes sendo especulados, o futuro de Churín entrou em cheque. O argentino foi anunciado no final do ano passado, mas já recebeu algumas sondagens de outras equipes - incluindo o Colo-Colo.

A apuração do colega Daniel Oliveira informava que o centroavante estava na lista do Grêmio para envolver em trocas visando a chegada de novos reforços. O repórter Diogo Rossi, no entanto, ressaltou que Diego está nos planos da direção na próxima temporada. Renato deve utilizá-lo com mais frequência, já que Churín é o reserva imediato no comando de ataque. O próximo argentino teria sinalizado o seu desejo de permanecer em Porto Alegre.

Números de Churín pelo Grêmio

25 jogos
4 gols