O São Paulo vive um dos melhores momentos dos últimos anos. A chegada der Hernán Crespo deu ao torcedor são-paulino a esperança de voltar a erguer troféus. O Campeonato Paulista, por exemplo, não era faturado pelo Tricolor desde 2005. Neste ano, o time do Morumbi mediu forças com o Palmeiras, no último domingo (23) e derrubou o tabu que já durava 16 anos.

O primeiro jogo da final foi àquem do que o São Paulo vinha produzindo nos últimos jogos, muito por conta da forma que o rival se comportou durante a partida. No entanto, no segundo duelo, o Tricolor viu o Palmeiras criar algumas chances no início, mas equilibrou ainda no primeiro tempo e na etapa complementar conseguiu ser superior e garantir o título.

Um dos personagens do jogo foi Luciano, que não atuou na ida para poder estar bem fisicamente na volta, mas ficou no banco. O camisa 11 entrou no intervalo e aos 31' colocou 2 a 0 no placar, dando o título para o Soberano. E, além de Luciano, outro que entrou bem foi Joao Rojas. O camisa 7 enfernizou a zaga palmeirense e ajudou na conquista.

Porém, o meia-atacante pode estar de saída do Morumbi. Ainda sem chegar em um acordo para renovar seu contrato, o equatoriano recebeu propostas de dois clubes clubes mexicanos. De acordo com o 'Blog São Paulo Play', o Argentinos Juniors também entrou na briga e os interessados oferecem 80 mil dólares (cerca de R$ 425 mil) em salário).

O valor ofertado como os vencimentos de Rojas é superior ao que o jogador teria pedido para renovar com o clube paulista, que seria 70 mil dólares (algo em torno de R$ 380 mil). A diretoria são-paulina havia se posicionado a respeito desta questão envolvendo o jogador e indicou que seria tomada uma decisão ao término do Paulistão.