Na noite da última terça-feira (30), no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, o Ceará perdeu para o Flamengo por 2 a 1, com gols marcados por Gabigol e Matheuzinho para o Mengão e Rick descontou para o Vozão. Com o resultado, o time nordestino foi ultrapassado pelo América e caiu para nono lugar.

Na noite do próximo domingo (5), pela 37ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, o Vozão tem um duelo direto na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores, pois as duas equipes estão com a mesma pontuação e o Coelho está na frente pelo número de vitórias. 

“O torcedor está acreditando na equipe e provavelmente saiu orgulhoso, apesar do resultado. Porque a equipe se esforçou, tentou, lutou até o final, é motivo de orgulho, sem dúvida. O gol em qualquer circunstância nunca é bem vindo, mas no começo do jogo o impacto é maior”, analisou Tiago Nunes, conforme o GE

“Tentamos refazer nossa proposta. No segundo tempo, num detalhe, eu estava com a substituição pronta. Possivelmente teríamos menos dificuldade, mas acabamos sofrendo o gol. Futebol é feito de momento. Atletas estão de parabéns pelo esforço e pela maneira com que estão representando o clube do Ceará”, completou o treinador do Ceará. 

“A torcida é única. Precisa estar no nosso estádio, apoiar, entender o momento maravilhoso que estamos vivendo. Estamos disputando vaga para a Libertadores. Eu sou muito responsável com as palavras. Nossa missão é tentar o máximo de pontos. Estamos fazendo uma boa campanha, estamos tendo bons jogos. O torcedor não pode ficar frustrado. Ele está criando uma expectativa alta em relação à Libertadores. Mas temos primeiro que confirmar a vaga na Sul-Americana”, concluiu, segundo o GE.