A contratação de Lionel Messi pelo PSG pôs fim a um momento vitorioso da história do Barcelona. Aos 34 anos, o argentino se transferiu pela primeira vez a um outro clube europeu, sendo um dos protagonistas da última janela de transferências. O desejo para ter Messi, porém, era antigo por parte dos parisienses. Foi isso que disse o diretor esportivo Leonardo, em entrevista ao Canal+.

“Foi feito da maneira perfeita. Messi é uma pessoa muito decente, séria e concreta. A ideia era ficar em Barcelona. Não posso esconder que tínhamos contatos antes. Conversamos, mas sempre depois de janeiro, quando ele estava a seis meses do fim de seu contrato. Não o contatamos antes disso”, declarou Leonardo.

Segundo concluiu o próprio dirigente, a ideia inicial do argentino era se aposentar no Barcelona: “Acho que a ideia inicial dele era continuar no Barcelona e possivelmente se aposentar lá, mas, quando acabou (o contrato), a vontade de vir que ele demonstrou nos motivou muito a contratá-lo. Imagine um jogador como Messi vestindo a camisa do Paris Saint-Germain, é uma coisa enorme, muito legal”.

A contratação de Sergio Ramos pelo PSG também foi tema na entrevista. Leonardo explanou quais foram as condições do negócio quando o clube procurou o espanhol: “Sabíamos que ele (Ramos) estava fora de forma, que se recuperava de uma lesão. Então ele tirou férias, e chegamos a um acordo. É um contrato de dois anos, não um contrato de dois meses. Ele não está pronto ainda, só isso”.

O badalado time do PSG estreou com o pé esquerdo na Champions League, ao empatar por 1 a 1 com o Club Brugge. Foi a primeira partida do trio MNM (Messi, Neymar e Mbappé), mas somente o francês balançou as redes. A equipe volta a campo no próximo domingo (19), contra o Lyon, pela Ligue 1.