No fim da tarde desta segunda-feira (29), Lionel Messi foi anunciado como o vencedor da Bola de Ouro da temporada 2020-21, em cerimônia realizada no Théâtre du Châtelet, em Paris, na França. O argentino desbancou o polonês Robert Lewandowski e o ítalo-brasileiro Jorginho, outros candidatos ao prêmio individual máximo do futebol.

É a sétima vez que Messi conquista a Bola de Ouro, juntando-se aos prêmios obtidos em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019. O atualmente jogador do PSG conquistou a Copa do Rei, ainda no Barcelona, e a Copa América, pela seleção argentina, quebrando um jejum de 28 anos sem conquistas da albiceleste.

No discurso após o recebimento do prêmio, Messi declarou: “Muitas vezes ganhei esse prêmio e tinha a sensação de que algo faltava, mas esse ano foi diferente. Eu consegui o sonho que eu tanto queria, depois de ter tropeçado tantas vezes, escorregado na hora H, e muito desse prêmio vem do que fizemos na Copa América, e quero dividir esse prêmio com meus colegas de seleção”.

O argentino ainda prestou uma singela homenagem a Lewandowski, vencedor na temporada anterior: “Robert, você ganhou ano passado merecidamente, e espero que a France Football possa outorgar esse prêmio a você, porque você foi o ganhador justo e merece levar esse prêmio para casa”.

Foram 38 gols e 12 assistências, em um total de 47 jogos pelo Barcelona na temporada 2020-21. Pela seleção da Argentina, em partidas pelas Eliminatórias e pela Copa América, Messi apareceu em campo 13 vezes, marcando seis gols e dando cinco assistências.