Um dos principais nomes do elenco do Manchester United é o meio-campista Paul Pogba. Apesar de não ter feito toda a diferença que se esperava quando o clube pagou 105 milhões de euros (aproximadamente R$ 370 milhões na cotação da época), o francês é peça-chave no time comandado por Ole Gunnar Solskjaer, formando uma dupla de meias com Bruno Fernandes.

Desde a temporada 2016-17 no United, Pogba soma 208 partidas, tendo marcado 38 gols e dado 52 assistências. Ele conquistou os títulos da Copa da Liga Inglesa e da Liga Europa em sua primeira temporada nos Red Devils. Porém, o contrato dele com o clube acaba ao final desta temporada, despertando interesse de outros gigantes da Europa.

Três deles já monitoram a sua contratação: Real Madrid, PSG e Juventus. Jogar pelos merengues seria entrar no time de “Galácticos” que passaram por lá, enquanto a Juve poderia significar um retorno a um lugar onde foi feliz, e o PSG seria o primeiro clube francês pelo qual o camisa 6 atuaria.

No entanto, para evitar perder Pogba de graça, o United já traça uma estratégia. De acordo com o jornal inglês Mirror, o clube teria oferecido 400 mil euros (R$ 2,5 milhões) por semana, junto a uma renovação de contrato. A expectativa dos dirigentes é que a proposta seja feita antes do Natal, para não ter o francês distraído na segunda metade da temporada.

Caso não cheguem a um acordo com o empresário Mino Raiola, que cuida da carreira de Pogba, os Red Devils deverão tentar vender Pogba na janela de transferências de inverno, que abre em 1 de janeiro de 2022. Aos 28 anos, o volante deverá jogar sua terceira Copa do Mundo no próximo ano, defendendo o título obtido na Rússia, em 2018.