Os últimos resultados do Flamengo não ajudam Rogério Ceni a diminuir as cobranças. Na quarta-feira (7), o Mengão foi até Belo Horizonte para encarar o Atlético-MG e foi derrotado pelos donos da casa por 2 a 1. Além do placar, o que chamou atenção foi o baixo desempenho da equipe, principalmente na segunda etapa - quando sofreu os dois gols.

Oficialmente o Flamengo não se posicionou sobre o futuro do seu comando técnico, mas rumores dão conta de que Ceni está na 'corda bamba'. No entanto, a política de corte de gastos do clube entende que não é momento de buscar outro treinador, considero com custo baixo e dentro do que a diretoria pretende pagar por um comandante.

E se dentro de campo as vitórias não aparecem, fora dele o Fla pode comemorar: Pedro não vai para Tóquio. De acordo com informação publicada pelo UOL Esportes, a CBF desistiu do recurso pela convocação do atacante rubro-negro, que não disputará os Jogos Olímpicos por insistência do Flamengo. Por outro lado, outra peça importante pode deixar a Gávea: Willian Arão.

Segundo o jornal O Jogo, de Portugal, Jorge Jesus pediu novamente à diretoria do Benfica a contratação do meio-campista do Fla. É a segunda vez que o ex-técnico do Mais Querido indica o defensor para os portugueses, que deve retomar as negociações para tirar o camisa 5 do Rio de Janeiro e juntá-lo aos outros brasileiros no elenco dos Encarnados.

Inicialmente, o Benfica tentou a aquisição de Al Musrati, do Braga, também de Portugal, mas os valores elevados dificultaram o negócio. Ciente das qualidades de Arão, titular nas principais conquistar do Flamengo sob o seu comando, Jorge Jesus indicou o jogador de 29 anos como alternativa para o setor defensivo dos vermelhos da Luz.