arrow_drop_down
search
Foto: Reprodução

Futebol Flamengo

Ídolo do Vasco se irrita com boa fase do Flamengo e manda recado: “Queria voltar a jogar só para dar porrada neles”

Como era o esperado, a declaração do ex-jogador ganhou grande repercussão entre os torcedores flamenguistas nas redes sociais e virou tema de debate

Bolavip

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Após levantar os troféus da Copa Libertadores da América e do Campeonato Brasileiro, o Flamengo se tornou o time a ser batido no continente sul-americano. Todos querem ganhar o Mengão e o time flamenguista passou a ser olhado de um jeito diferente, principalmente por ter Jorge Jesus no comando técnico. O sucesso que o português fez é de causar uma “ciumeira” com os outros treinadores. 

Há também ídolos de outros clubes que não estão curtindo essa hegemonia do Mais Querido do Brasil. É o caso do zagueiro Odvan, ídolo do Vasco. Aposentado, o ex-zagueiro participou de uma live com Leven Siano, candidato à presidência do Vasco, e falou que muitos Rubro-Negros estão pegando no seu pé após os títulos conquistados. Sem meias palavras, ele disse que gostaria de voltar a jogar só para ‘dar porradas neles’. 

Eu sou Vasco. A galera lá daquele time (Flamengo) pega muito no meu pé. Se eu pudesse, voltava a vestir a camisa do Vasco só pra dar porrada neles dentro de campo”. 

Lógico que a declaração de Odvan ganhou repercussão imensa e foi tema de debate entre os torcedores nas redes sociais. O ex-defensor faz parte de uma geração que era normal, principalmente em clássicos, se posicionar com frases de efeitos, até para uma certa forma tentar intimidar o adversário, como o principal jogador do rival que era mais “esquentadinho” dentro das quatro linhas. 

Por outro lado, esse time do Flamengo não é de cair muito na pilha. Jogadores experientes, como Diego Alves, Everton Ribeiro, Rafinha e Filipe Luís sempre estão acalmando os mais jovens, como é o caso do Gabigol e Bruno Henrique. Em poucas ocasiões no ano passado o grupo do Mengão entrou em discussões com os adversários. Mas, claro, sempre tem que ter aquela provocação natural. 

 

Gabriel Barbosa gosta de fazer esse tipo de coisa. Já dançou em cima da bola próximo do Felipe Melo, comemora gols em frente aos torcedores adversários e já riu de uma trombada dos zagueiros vascaínos, Werley e Leandro Castán.  

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.