arrow_drop_down
search
Foto: Adalberto Marques/AGIF

Futebol Palmeiras

Hulk ‘cutuca’ diretoria do Verdão por negócio fracassado e expõe pedido palmeirense

O atacante teve conversas com o Alviverde, chegou a assistir um jogo do time palmeirense no Allianz Parque e o negócio parecia que iria acontecer 

Bolavip

Foto: Adalberto Marques/AGIF

Foto: Adalberto Marques/AGIF

Quando deixou o futebol chinês, todo mundo apostava que Hulk voltaria o Brasil para jogar no Palmeiras. O atacante, inclusive, já tinha assistido um jogo do Verdão no Allianz Parque e a torcida palmeirense estava animada com a provável chegada do medalhão. A relação do jogador com a diretoria também era muito boa e parecia ser questão de tempo para o acerto final.

No entanto, por conta da pandemia, os dirigentes alviverdes pisaram no freio para grandes investimentos e a negociação foi esfriando, ficando cada vez mais improvável a contratação de um jogador desse perfil. Foi aí que entrou o Atlético-MG na jogada e o clube mineiro acabou contratando o jogador após realizar uma boa proposta financeira.

Em participação no programa “Arena SBT”, apresentado por Benjamin Back, Hulk disse que o Palmeiras pediu para ele esperar até a Libertadores e os dirigentes do Verdão não apresentaram nenhuma oferta. Então, as conversas com o Galo acabaram evoluindo e o negócio com o Alvinegro foi fechado.

A gente teve conversas sim, com eles (Palmeiras) e com outros clubes também do Brasil, mas proposta oficial não veio. Teve muita sondagem, inclusive pediram muito para eu esperar. Acho que até a Libertadores, mas aí eu já tinha conversas muito avançadas com o Atlético também e eu aceitei. Estou muito feliz aqui”, disse.

O atacante afirmou que está cada vez mais adaptado  ao futebol nacional: “Pesou mais a questão da ambição esportiva. Eu joguei muito tempo a Europa e na Ásia, e agora tenho a chance de desfrutar do futebol brasileiro, de poder aproveitar um futebol muito competitivo. Disputar a Libertadores tem sido um sonho. Me sinto cada dia mais adaptado", explicou.

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.