A colega Nadja Mauad, setorista do Coritiba no GloboEsporte.com, informa que o futuro de Alex Muralha é incerto no Alto da Glória. Seu contrato expira somente em dezembro de 2023 e não é exagero cogitar a possibilidade de saída do goleiro de 32 anos. O problema para a resolução é o chamado "transfer ban" da Fifa que o Clube enfrenta neste momento.

Uma dívida com Ezequiel Cerutti impede o registro de novos atletas por parte do Coritiba desde maio. Recentemente, Santos, Sport Recife e Cruzeiro passaram pelo mesmo problema. Sobre Muralha, o goleiro não foi relacionado para o Athletiba após falhar em um dos gols na derrota para o Red Bull Bragantino na rodada anterior do Campeonato Brasileiro. 

De acordo com apuração de Nadja, 8 goleiros foram colocados em pauta no Couto Pereira, desde sondagem pelos dirigentes do Coxa ou mesmo oferecidos por empresários. São eles: 

- Gabriel Vasconcellos, do Lecce-ITA;
- Rafael Cabral, do Cruzeiro;
- Lucas Perri, do Náutico;
- César, ex-Flamengo;
- Tiago Volpi, ex-São Paulo;
- Richard, do Ceará;
- Muriel, do Fluminense;
- Mailson, do Sport.

Internamente, dirigentes, jogadores e comissão técnica têm muito carinho e admiração por Muralha, segundo a apuração. No início da temporada, o goleiro só permaneceu no Couto Pereira após a saída de Wilson. Atualmente, o técnico Gustavo Morínigo vem utilizando Rafael William como titular e tem Marcão como suplente direto.