O Atlético-GO recebe o Goiás às 19h desta quarta-feira (22), no estádio Antônio Accioly, em clássico válido pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O Dragão chega ao confronto embalado pela vitória por 3 a 1 para cima do Juventude, no último domingo (19), que tirou a equipe da zona de rebaixamento do Brasileirão. Com o triunfo no fim de semana, o Clube saltou cinco posições na tabela da Série A e chegou à 12ª colocação. 

Desde que Jorginho assumiu o comando técnico, o time goiano somou quatro vitórias, um empate e duas derrotas pelo Campeonato Brasileiro. Também com o treinador à beira do campo, a Locomotiva Rubro-Negra garantiu sua classificação ao mata-mata da Copa Sul-Americana, ao empatar fora de casa com a LDU. O resultado confirmou o Atlético entre as três melhores campanhas da fase de grupos da competição.

Antes da chegada de Jorginho, a equipe Rubro-Negra havia vencido quatro jogos e perdido um pela Sula, chegando ao primeiro lugar do Grupo F, sob o comando de Umberto Louzer. Também com o ex-comandante, o Dragão avançou às oitavas de final da Copa do Brasil, batendo o Cuiabá na Arena Pantanal, nos pênaltis. Três dias depois, em 15 de maio, o profissional foi demitido, por conta da má campanha no Brasileiro. Com Louzer, o Atlético-GO não tinha conquistado nenhuma vitória na competição nacional.

Em seis partidas, foram três empates e três derrotas. Antes, ele comandou o time no título do Campeonato Goiano. E o técnico vai dirigir neste segundo semestre um rival na briga contra o rebaixamento no Brasileirão: ele foi anunciado na tarde desta quarta-feira (22) pelo Juventude, para assumir o lugar de Eduardo Baptista, dispensado nesta terça-feira (21). O Papo está atualmente na lanterna do campeonato.