Para Alex Song, ficar no banco de reservas não era um problema. O camaronês atuou no Barcelona entre 2012 e 2016, mas disputou poucas partidas, e revelou que não ligava para essa ausência de minutos. Em entrevista ao compatriota Paskal Siakam, astro da NBA, Song foi sincerão.

"Quando o Barcelona me ofereceu um contrato e vi quanto eu ganharia, não pensei duas vezes. Senti que minha esposa e meus filhos deveriam ter uma vida confortável quando eu terminasse minha carreira. Encontrei o diretor esportivo e ele me disse que eu não iria jogar muitos jogos, mas eu não me importava, eu sabia que agora eu ficaria milionário. Eu não dava a mínima por estar no banco de reservas do Camp Nou pelo dinheiro que ganhava", contou Song.

Atualmente sem clube, Song admitiu, com todas as letras, que só pensava em ficar milionário. A sua chegada aos catalães, inclusive, se deu numa transferência de alto valor. Após oito anos defendendo o Arsenal, da Inglaterra, o volante foi contratado pelo Barcelona pelo valor de 19 milhões de euros, o que daria aproximadamente 47 milhões de reais, na época.

"A maioria dos jogadores vive acima de suas possibilidades. Estive no Arsenal por oito anos, mas só comecei a ganhar a vida nos últimos quatro, quando percebi que era um desperdício'', disse o atleta.