arrow_drop_down
search
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Futebol Flamengo

Estafe de meia do Fla já agiliza passagem para Europa e aguarda “sim” de Braz para deixar o clube

A diretoria flamenguista chega agilizando alguns processos no futebol e mais um atleta está cotado para deixar o Rubro-Negro nessa temporada 

Bolavip

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Rogério Ceni já vivenciou muita coisa no Flamengo. Chegou cercado de grande expectativa após um bom trabalho no Fortaleza, conviveu com muitas críticas após o time ser eliminado da Libertadores e Copa do Brasil, mas foi bancado pela diretoria e ganhou prestígio após ganhar o Brasileirão e a Supercopa do Brasil.

O treinador está muito feliz com o elenco que tem, mas acredita que algumas posições podem ser qualificadas com reforços, como por exemplo, o meio de campo. Na avaliação do treinador, não há nenhum atleta com as características de Everton Ribeiro e Arrascaeta. O único que pode se aproximar disso é Vitinho, que vem ganhando minutagens em praticamente todas as partidas.

Outro atleta que poderia ser opção, mas deve acabar sendo negociado é Lázaro. Como o jornal “O Dia” noticiou na semana passada, Rogério já sinalizou internamente que não pretende utilizar o garoto de 20 anos. O Huddersfield, da Inglaterra, está avançando nas conversas e as partes acreditam que um acordo tem grandes chances de acontecer. Birmingham-ING também quer a joia flamenguista.

A reportagem apurou que o estafe do atleta já está agilizando alguns processos, como passaporte, viagens para sair do Brasil e outros detalhes para deixar a decisão nas mãos do Flamengo. Caso o Rubro-Negro aceite a oferta, Lázaro já teria tudo esquematizado para embarcar rumo à Inglaterra e, assim, se apresentar ao novo clube. O próprio jogador e sua família entendem que o melhor para sua carreira é jogar no Huddersfield, já que ele não será aproveitado no profissional.

A oferta é de empréstimo por uma um ano (até junho de 2022) e com opção de compra de 60% dos direitos econômicos por 3 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões pela cotação atual). Marcos Braz e Bruno Spindel tentam melhorar os termos da proposta para bater o martelo.

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.