Carlos Brazil, diretor de futebol do Vasco da Gama, abriu o jogo sobre o volante Bruno Gomes, afastado dos treinos com a equipe principal por estar negociando ida por empréstimo ao Internacional. Em contrapartida, a diretoria do Gigante da Colina parece ter mudado o discurso, o que pode significar uma permanência do jovem no Almirante. 

“É um jogador muito importante para nós. Considero ele um dos melhores jogadores da posição na idade que tem. Mas é um menino que ficou um pouco assustado com tudo o que aconteceu no ano passado. Conversei com ele. Ele tem o desejo de sair do clube. A gente respeita. Ele tem consciência que a saída dele tem que ser algo benéfico para o clube. Não há nenhuma negociação em andamento agora”, sinalizou Brazil. 

O dirigente foi além e disse que espera que o jogador possa mudar de ideia caso nada de bom aconteça para todos os lados envolvidos no imbróglio. Antes, a diretoria estava mais disposta a negociar o garoto de 20 anos, mas agora parece dificultar uma saída que não tenha compensação financeira. Isso pode acabar ajudando para que uma permanência seja possível. 

“Havia uma possibilidade de empréstimo, mas não sei se vai acontecer. Temos a esperança que uma reflexão dele faça o Bruno mudar de ideia e queira permanecer. Como ele tem o desejo de sair, o Zé precisa contar com jogadores que queiram de fato estar no Vasco. Por isso”, concluiu Carlos Brazil em relação à situação de Bruno Gomes no CRVG. 

Em dezembro, surgiu a informação do interesse do Colorado no volante de 1,75m. Na ocasião, a Revista Colorada foi o portal responsável por dar a informação. Neste momento, é difícil imaginar que Gomes mude do Rio de Janeiro para Porto Alegre, em especial porque os gaúchos não querem envolver grana para contratar o atleta.